Boletim

 Fale conosco
Série A
Domingo, 7 de maio de 2006, 17h57 
São Paulo vira sobre o Corinthians e mantém tabu
 
VIPCOMM/Divulgação
Carlos Alberto, do Corinthians, tenta roubar bola de Souza
Carlos Alberto, do Corinthians, tenta roubar bola de Souza
 Últimas de Série A
» São Paulo contrata meia Hugo, diz jornal
» Internautas põem cinco são-paulinos na seleção do Brasileiro
» Artilheiro Souza afirma que quer sair do Goiás
» Internautas elegem Renato, do Fla, o melhor do Brasileiro
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O São Paulo venceu o Corinthians de virada por 3 a 1 na tarde deste domingo, em São José do Rio Preto, manteve o tabu de pouco mais de três anos sem perder para o rival alvinegro.

Veja fotos da rodada
Confira a classificação
Veja o site do Brasileiro 2006

A última vitória alvinegra, por 3 a 2, foi no dia 22 de maio de 2003. Agora, o clube do Morumbi soma dez jogos - sete vitórias e três empates - de invencibildiade no clássico.

O resultado colocou o São Paulo na quarta colocação do Campeonato Brasileiro, com nove pontos. A vitória do Goiás sobre o Figueirense por 2 a 1 empurrou o Corinthians para a 17ª posição, na zona do rebaixamento.

O clube do Parque São Jorge saiu na frente. Mais uma vez Nilmar marcou contra o rival do Morumbi.

A virada tricolor começou em um lance de extrema felicidade do lateral Souza, que cruzou, mas a bola pegou efeito e acabou enganando o goleiro Silvio Luiz. Alex Dias e Lenílson fecharam o marcador.

O goleiro Silvio Luiz, que foi atrapalhado pelo sol e pelo efeito da bola, admitiu o erro no gol, mas, após o término do primeiro tempo, disse que o rival elvou sorte. "Ele pegou mal na bola e ela acabou caindo dentro do gol. Acontece".

Souza, que não perde a chance de cutucar rivais, ironizou. "Nunca vi pegar mal na bola e fazer o gol. Tomara que eu continue chutando mal assim e fazendo gols", disse, antes de admitir que tentou o cruzamento, mas a bola acabou entrando.

O Corinthians jogou bem e não mostrou a possível apatia após a eliminação de Libertadores, mas quando a maré não é boa tudo dá errado.

O início do São Paulo foi melhor. No primeiro lance de perigo, logo no primeiro minuto, Josué recebeu um passe na entrada da área e soltou a bomba. Silvio Luiz, com dificuldades, defendeu em dois tempos.

A resposta corintiana veio logo em seguida. Rúbens Júnior avançou pela esquerda e cruzou na cabeça de Tevez, mas Rogério Ceni estava atento e espalmou para escanteio.

Quando a partida estava eqüilibrada, o São Paulo perdeu dois jogadores em menos de dois minutos. Aloísio sentiu dores em uma das coxas após uma arrancada e teve que sair para a entrada de Alex Dias. No lance seguinte, Josué também sofreu uma lesão muscular e foi substituído por Ramalho.

A mudança precoce deixou o São Paulo perdido em campo e o Corinthians se aproveitou. Carlos Alberto, o mais acionado no primeiro tempo, ganhou de cabeça de André Dias. A bola sobrou para Nilmar que deixou Lugano para trás na corrida e chutou à esquerda de Rogério Ceni.

Dominando o jogo, o Corinthians teve a chance de ampliar, mas Ricardinho, que recebeu excelente lançamento, chutou em cima de Rogério.

Aos poucos, o São Paulo foi se reencontrando na partida e voltando a equilibrá-la. Em boa jogada de Lenílson pela esquerda, a bola foi cruzada para Júnior, sozinho, cabecear por cima do gol de Sílvio Luiz.

Apesar das chances criadas, o empate do São Paulo acabou saindo numa jogada de muita sorte do lateral Souza. Ele tentou o cruzamento e a bola acabou indo para o gol, enganando Sílvio Luiz e entrando no ângulo.

Na segunda etapa, o Corinthians mais uma vez começou dominando a posse de bola. Tevez chegou a finalizar uma jogada no travessão e a torcida alvinegra se esperançou com uma possível quebra do tabu.

Mas a regularidade e o conjunto do São Paulo, que além de Aloísio e Josué, perdeu André Dias machucado, falou mais alto e do meio para o fim da partida voltou a comandar o jogo.

Aos 24min, Leandro fez jogada rápida pela esquerda e cruzou, Alex Dias, por trás da zaga, dominou e chutou no canto direito, sem chances para o arqueiro alvinegro. Quatro minutos mais tarde, novamente Leandro cruzou e Lenílson fechou o placar de cabeça, marcando o primeiro dele com a camisa do São Paulo.

Na próxima rodada, o São Paulo faz um jogo de extrema importância contra o Internacional no Beira-Rio, mas antes, enfrenta o Estudiantes, na Argentina, pela Libertadores. O Corinthians joga contra o Paraná Clube em Maringá.

Ficha Técnica
Coritnhians 1 x 3 São Paulo
Equipes
Silvio Luiz
Coelho
(Edson)
Betão
Marcus Vinícius
Rubens Jr
Marcelo Mattos
Mascherano
Carlos Alberto
Ricardinho
(Roger)
Tevez
(Rosinei)
Nilmar

Técnico:
Ademar Braga

Rogério Ceni
Fabão
Lugano
André Dias
(Alex)
Souza
Josué
(Ramalho)
Mineiro
Lenilson
Júnior
Aloísio
(Alex Dias)
Leandro

Técnico:
Muricy Ramalho

Gols

21min - 1° tempo
Nilmar

38min - 1° tempo
Souza
23min - 2° tempo
Alex Dias
26min - 2° tempo
Lenílson
Cartões Amarelos
Marcelo Mattos
Mascherano
Fabão
Lugano
Lenílson
Leandro
Cartões Vermelhos
Carlos Alberto
 
Local: Benedito Teixeira, em S. José do R. Preto (SP)
Árbitro: Carlos E. Simon (RS)
Público e renda: 20.857 pessoas e R$ 289.788,00

Com Lancepress
 

Redação Terra