Série A

Série A

Domingo, 20 de maio de 2007, 19h18  Atualizada às 22h21

Contagem de Romário causa polêmica e divergências

Divulgação

Gols pelo Barcelona não estão na lista de contestados de Romário
Enquete

Você acha legítima a contagem de Romário?

Sim
Não

Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Busque outras notícias no Terra:

Mesmo após fazer a festa ao atingir a marca histórica do milésimo gol na carreira, a contagem do atacante Romário continua gerando polêmica. O experiente jogador do Vasco contabiliza gols marcados em partidas nas categorias amadoras e em jogos festivos.

» Romário chega ao gol mil
» Veja grandes gols e frases
» Veja histórico da carreira
e lista de gols de Romário

» Veja fotos do gol mil
» Veja fotos da carreira
» Vasco derrota Sport Recife
» Romário: "poderia parar feliz"
» "Fiquei mais nervoso do que
na Copa de 94", diz Romário

» Mande uma mensagem
para o atacante Romário

Ao todo são 70 gols pelas categorias de base (infantil, juvenil e juniores) do Vasco e Olaria, entre 1979 e 1984, além de sete marcados pela Seleção de juniores. Em contagens oficiais, os números só começam a valer a partir da profissionalização do jogador, o que aconteceu com Romário apenas no ano de 1985.

Além dos tentos na época em que era amador, Romário ainda conta 21 gols marcados em partidas festivas: três deles pela seleção carioca; seis pelo América (nos jogos contra seleção carioca e Amigos do Luisinho); quatro pela Seleção das Américas; dois em amistoso festivo do PSV, da Holanda; dois pelos Amigos do Aldair e mais cinco pela Seleção do Tetra.

Eliminando todos esses números, Romário teria 98 gols a menos, que não se encaixam na categoria de profissional. Tomando como base o tempo em que gastou para chegar do gol 900 ao 998, Romário precisaria de mais quatro anos para atingir a marca histórica. Isso dificilmente aconteceria, já que o atacante pretende encerrar a carreira neste ano.

Outras pesquisas com os números do atacante foram feitas e contestam outros gols marcados por Romário, ao longo da carreira. A Revista Placar divulgou um levantamento no começo deste ano em que contestava 101 gols do atacante.

Destes, nove, feitos na época em que atuava pelo PSV, foram retirados pelos pesquisadores contratados pelo jogador, que recuaram e reconheceram que os gols não existiram.

Irritado com as críticas que vem recebendo por parte da imprensa desde sua volta ao Vasco, Romário resolveu retrucar e diz que conta gols em partidas festivas e amistosos, pois Pelé também contabilizou em seus 1.283 gols marcados jogos deste tipo. Segundo o atacante, todas as partidas que estão em sua relação têm súmula e registro de imagens do dia.

"Nunca falei que essa contagem tinha gol só como profissionais. Tem jogos amistosos e festivos. Tenho a minha consciência tranqüila. Todos os gols que eu conto, têm imagem, súmula ou matéria de jornal no dia seguinte", afirmou o artilheiro, dias antes de chegar ao milésimo gol.

Redação Terra