Série A

Série A

Domingo, 2 de dezembro de 2007, 18h17  Atualizada às 09h21

Goiás vira, se mantém na Série A e rebaixa Corinthians

Carlos Costa/Focal Image/Futura Press

Com dois gols, Élson foi o herói do Goiás na partida deste domingo
Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Busque outras notícias no Terra:

Com uma dose elevada de sofrimento, o Goiás se manteve na Série A do ano que vem após derrotar o Internacional por 2 a 1, neste domingo, de virada, no Serra Dourada. Além de torcer para que o Corinthians não vencesse o Grêmio no Olímpico, o que aconteceu, os torcedores do time esmeraldino ainda viram Paulo Baier desperdiçar duas cobranças de pênalti, anuladas pelo árbitro da partida.

» Veja as fotos
» Assista ao vídeo
» Veja a posição do seu time
» Comente a última rodada

O herói do Goiás foi Élson, que marcou os dois gols do time esmeraldino na partida. O primeiro saiu no primeiro tempo, quando o Inter vencia por 1 a 0, e o segundo veio na etapa final, depois de Paulo Baier errar dois pênaltis.

Destaque do time no Brasileiro, Baier errou três pênaltis decisivos pelo Goiás em um momento decisivo da competição - o outro foi na antepenúltima rodada, no empate por 1 a 1 diante do Corinthians, também no Serra Dourada.

Com a vitória, o Goiás ultrapassou o Corinthians em número de pontos e assegurou sua permanência na Série A do ano que vem. Já o Inter, que estava classificado para a Sul-Americana de 2008, apenas cumpriu tabela.

O jogo

Ciente do atraso na partida entre Grêmio e Corinthians, o Goiás buscou retardar o jogo diante do Inter, mantendo várias crianças no campo do Serra Dourada, e conseguiu seu objetivo. Depois de 18 minutos, a bola rolou.

E a torcida do Goiás teve motivos para comemorar logo no início do jogo. Não com um gol marcado pela sua equipe, mas sim pelo tento de Jonas, do Grêmio, sobre o Corinthians, mantendo os goianos na Série A.

A alegria do Goiás, porém, durou pouco. Aos 12min, Wellington Monteiro cobrou falta da meia esquerda, Orozco apareceu no meio da área e cabeceou para o fundo das redes, marcando para o Inter e complicando o rival.

Precisando do resultado para se manter na primeira divisão, o Goiás foi para cima do Inter e criou boas chances de gol, principalmente quando a bola passava pelo pé de Paulo Baier, destaque do time neste Brasileiro.

Quem quase empatou o jogo para o Goiás, porém, foi Fabiano Oliveira. Aos 29min, o atacante recebeu a bola no lado esquerdo do ataque mandante, avançou com ela para o meio e chutou forte, acertando a trave de Clemer.

De tanto insistir, o Goiás empatou a partida aos 31min. Após boa troca de passes do ataque esmeraldino, Élson ficou com a bola na entrada da área, avançou sozinho e finalizou no canto direito do goleiro colorado: 1 a 1.

Porém, mais uma vez a felicidade do torcedor do Goiás foi contida rapidamente. Quase que no mesmo instante, Clodoaldo empatou a partida para o Corinthians, contra o Grêmio, e voltou a complicar a vida da equipe goiana.

Depois de um bom início de segundo tempo, o Goiás teve um pênalti a seu favor aos 9min, quando Vítor foi derrubado dentro da área do Inter. Paulo Baier se apresentou à cobrança e chutou, mas Clemer defendeu.

A arbitragem, porém, mandou voltar a cobrança, alegando que o goleiro avançou. Na segunda penalidade, Clemer defendeu novamente o chute de Paulo Baier, mas foi marcada outra infração do arqueiro do Internacional

No terceiro pênalti, Èlson se apresentou para a cobrança e mandou a bola no canto esquerdo de Clemer, marcando seu segundo gol na partida e colocando o Goiás em vantagem no jogo e sobre o Corinthians contra o rebaixamento.

Em vantagem no placar, coube ao Goiás demonstrar tranqüilidade durante o resto do primeiro tempo, combatendo os avanços do Inter e torcendo para que o Corinthians não derrotasse o Grêmio, visando a permanência na Série A.

Ficha Técnica
Goiás 2 x 1 Internacional
Equipes
Harlei
Vítor
Amaral
André Leone
Luiz Henrique
(Rinaldo)
Cléber Goiano
Fábio Bahia
Élson
Paulo Baier
Harison
(Danilo Portugal)
Fabiano Oliveira
(Ernando)

Clemer
Sidnei
Orozco
Marcão
Wellington Monteiro
Magrão
Guiñazu
Fernandão
(Adriano)
Jorge Luís
(Rubens Cardozo)
Iarley
Gil
(Roger)
Técnico:
Cassius Hartmann
Técnico:
Abel Braga
Gols
1ºT 31min - Élson
12min - Orozco
2ºT 12min - Élson
 
Cartões amarelos
Amaral
Fábio Bahia
Èlson
Orozco
Guiñazu
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (RJ)
Público: 34.215 pagantes
Redação Terra