Série A

Série A

Segunda, 3 de dezembro de 2007, 17h31 

Corintianos elogiam Felipe e chamam Vampeta de "pipoqueiro"

André Cavalcante
Direto de São Paulo
Reinaldo Marques/Terra

Torcedores fazem cobranças
ao presidente Andrés Sanchez
Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Busque outras notícias no Terra:

Mesmo com o rebaixamento da equipe à Série B do Campeonato Brasileiro, a torcida corintiana não deixou de cantar hinos de incentivo no Parque São Jorge. Porém, a aprovação ficou apenas para o goleiro Felipe, enquanto os outros jogadores, técnico e diretoria sofreram com os ataques verbais, nesta segunda-feira.

» Veja as fotos
» Assita ao vídeo
» Piadas e pedras marcam dia
» Queda fecha ano trágico

Nem Vampeta, um dos ídolos do Corinthians, escapou dos gritos de "pipoqueiro". Betão, Zelão e Gustavo Nery, além do técnico Nelsinho Baptista e do ex-presidente Alberto Dualib, foram os maiores alvos da torcida que pediu a saída dos citados.

Após conceder entrevista, o atual presidente Andrés Sanchez foi ao encontro dos cerca de 50 torcedores, acompanhado por policiais militares. O primeiro momento de confusão fez Sanchez recuar, mas os fãs se acalmaram e o presidente ouviu as reclamações.

Literalmente no meio do grupo de desapontados, Sanchez tentou explicar sua relação com Dualib e seu envolvimento na parceria com a MSI, de Kia Joorabchian.

Cerca de dez viaturas da PM e 25 policiais reforçaram a segurança na sede do time paulista, que empatou com o Grêmio no domingo e está fora da elite da competição nacional em 2008.

Redação Terra