Série A

Série A

Segunda, 3 de dezembro de 2007, 18h30  Atualizada às 19h08

Após queda, vice de futebol do Paraná entrega cargo

Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Busque outras notícias no Terra:

Após o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro, o vice-presidente de futebol do Paraná, José Domingos, entregou o cargo nesta segunda-feira e não fará mais parte do futebol profissional do clube.

Veja as últimas do Paraná

Demonstrando até certa tranqüilidade com o momento delicado pelo qual o clube está passando, José Domingos preferiu não polemizar na saída.

"Chega um momento que é preciso ter alguns fatos novos para dar uma sacudida no ambiente do clube. Como pertencia à antiga diretoria, coloquei o meu cargo à disposição, já que é de confiança e quis dar total tranqüilidade ao presidente Aurival Correia para montar o elenco a fim de disputar a Série B", disse.

POr outro lado, o agora ex-dirigente deixou claro que 2008 será um ano complicado. "Recebíamos cerca de R$ 4 milhões na Séria A e agora ganharemos muito pouco. Precisaremos da ajuda de paranistas ilustres, que coloquem dinheiro no clube, pois o futebol não poderá parar. Alguns jogadores terão o contrato encerrado no fim deste mês e isso tudo ajudará a organizar o orçamento", concluiu.

Para a disputa da Série B, como o Paraná não faz parte do Clube dos 13, a equipe deverá receber apenas cerca de R$ 400 mil, valor das cotas de televisão.

Domingos também admitiu que cometeu alguns erros durante a campanha da equipe. Porém, deixou claro que os cinco treinadores - Zetti, Pintado, Gílson Kleina, Lori Sandri e Saulo de Freitas - que passaram pela equipe na competição foram escolhas do ex-presidente José Carlos de Miranda.

"Se pudesse voltar atrás teria sido mais rígido com os jogadores, já que eles estavam muito à vontade, sem cobranças. Até tentamos mudar isso, mas muitos falaram que não seria assim que mudaria o grupo. Além disso, a troca constante de treinadores também atrapalhou muito, mas quem decidia isso era o ex-presidente José Carlos de Miranda", declarou.

Lancepress!