Série A

Série A

Segunda, 3 de dezembro de 2007, 21h43  Atualizada às 21h47

Permanência de Caio Jr. está indefinida, diz presidente

Celso Paiva
Direto do Rio de Janeiro
Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Busque outras notícias no Terra:

Apoiado pelos jogadores do Palmeiras, o técnico Caio Júnior manifestou seu desejo de permanecer à frente do time, mesmo sem a classificação à Copa Libertadores do próximo ano. O presidente Afonso Della Monica, no entanto, disse que a renovação não foi definida.

» Veja as últimas do Palmeiras

"Ainda não decidimos o futuro da equipe. Vamos negociar com o Caio Júnior e o Valdívia para ver o que acontece", declarou o dirigente, referindo-se também ao meio-campista chileno, destaque do time alviverde no Campeonato Brasileiro.

Se depender da vontade dos jogadores, o treinador fica. "A permanência do Caio é muito importante. Ele tem o grupo na mão e conseguirá levar a equipe ao título no ano que vem", apostou Martinez, que pediu também a renovação de Valdívia.

"Ele foi um jogador muito importante para o time, uma das principais figuras. Depois do incidente com o Vasco (agressões que renderam suspensão ao chileno), a equipe perdeu muito a força. Torço para que ele permanece", acrescentou Martinez.

A renovação de contrato do veterano Edmundo, no entanto, já é mais complicada. "O Edmundo depende de vários fatores, tanto financeiros quanto administrativos. Caso eu permaneça, minha decisão também será importante", explicou Caio Júnior.

O treinador, que havia se mostrado abatido no último domingo, manifestou sua vontade de ficar. "Ontem eu estava receoso, mas hoje já tenho certeza de que quero continuar. Quero ser campeão no Palmeiras e colher os frutos de um título no clube."

Redação Terra