Brasileiro 2007

Brasileiro 2007

Segunda, 3 de dezembro de 2007, 22h04  Atualizada às 23h38

Seleção do Brasileiro consagra Ceni e defesa do São Paulo

Celso Paiva
Direto do Rio de Janeiro
Agência Lance

Ceni foi escolhido o melhor goleiro do Brasileiro pela 2ª vez seguida
Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Busque outras notícias no Terra:

Dono da melhor defesa do Nacional, com 19 gols sofridos em 38 partidas, o São Paulo dominou o setor na seleção do Campeonato Brasileiro, divulgada nesta segunda-feira em solenidade no Theatro Municipal, no centro do Rio de Janeiro. O time teve o maior número de premiados: cinco, além do técnico Muricy Ramalho, e levou também os prêmios de Revelação, com Breno, e Craque da Torcida e do Brasileiro, com Rogério Ceni.

» Veja as fotos
» Ceni é o Craque do Brasileiro
» Opine: você concorda com
a seleção do Brasileiro?

Rogério Ceni (melhor goleiro), Breno (zagueiro pela direita) e Miranda (zagueiro pela esquerda) receberam seus respectivos troféus das mãos dos atores Marcos Palmeira e Tony Ramos. Completam a defesa o lateral-direito Leonardo Moura, do Flamengo, e o lateral-esquerdo Kléber, do Santos.

O São Paulo também marcou presença no meio-campo, setor mais próximo da defesa, com os prêmios de Hernanes (volante pela direita) e Richarlyson (volante pela esquerda). Na parte de criação da equipe, foram eleitos Ibson, do Flamengo (meia-direita) e Valdivia, do Palmeiras (meia-esquerda), com Acosta, do Náutico, e Josiel, do Paraná, formando o ataque.

O Craque do Brasileiro, pelo segundo ano consecutivo, foi Rogério Ceni, do São Paulo, capitão da equipe na conquista da competição. O goleiro também ganhou o prêmio Craque da Torcida, em votação realizada pela Internet, com 51% dos votos do público.

Outro são-paulino recebeu mais de um prêmio: o jovem zagueiro Breno, 18 anos, que levou o troféu de Revelação do Brasileiro. Leonardo Gaciba (Fifa-RS) ficou com o título de Melhor Árbitro e o Flamengo, dono da maior média de público do Brasileiro, triunfou no quesito Melhor Torcida.

Torcedores estiveram presentes no Theatro Municipal e roubaram a cena em três ocasiões. Primeiro quando gritaram por Felipe, do Corinthians, no momento em que Rogério Ceni era premiado como o melhor goleiro. Já entre os técnicos, a eleição de Muricy Ramalho, sua terceira seguida, não foi bem aceita, já que Joel Santana, do Flamengo, ficou em segundo.

Antes de Muricy ser premiado, Leandro Amaral, do Vasco, subiu ao palco e ganhou o troféu de prata na escolha do melhor atacante do Brasileiro. Alguns torcedores não pouparam o jogador e gritaram "vice de novo", em alusão às derrotas do time cruzmaltino diante do Flamengo, um de seus maiores rivais, em recentes decisões de campeonato.

Confira os vencedores

Goleiro
Rogério Ceni (São Paulo)

Lateral-direito
Leonardo Moura (Flamengo)

Zagueiro pela direita
Breno (São Paulo)

Zagueiro pela esquerda
Miranda (São Paulo)

Lateral-esquerdo
Kléber (Santos)

Volante pela direita
Hernanes (São Paulo)

Volante pela esquerda
Richarlyson (São Paulo)

Meia-direita
Ibson (Flamengo)

Meia-esquerda
Valdívia (Palmeiras)

Atacante
Acosta (Náutico)

Centroavante
Josiel (Paraná)

Técnico
Muricy Ramalho (São Paulo)

Craque do Brasileiro
Rogério Ceni (São Paulo)

Craque da Torcida
Rogério Ceni (São Paulo)

Revelação
Breno (São Paulo)

Árbitro
Leonardo Gaciba (Fifa-RS)

Melhor Torcida
Flamengo

Redação Terra