Brasileiro 2007

Brasileiro 2007

Segunda, 3 de dezembro de 2007, 22h54 

Ceni repete 2006 e é eleito o Craque do Brasileiro

Celso Paiva
Direto do Rio de Janeiro
Agência Lance

Capitão do São Paulo, Rogério Ceni levou três prêmios da CBF
Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Busque outras notícias no Terra:

Capitão do São Paulo na conquista do pentacampeonato nacional, Rogério Ceni recebeu nesta segunda-feira o prêmio de Craque do Brasileiro deste ano, além de ter sido eleito o Craque da Torcida, em votação pela Internet, 51% dos votos. No ano passado, o goleiro também foi campeão nacional e eleito o melhor da competição.

» Veja as fotos
» Assista ao vídeo

» São Paulo domina defesa
» Comente a eleição de Ceni

Rogério Ceni disputou a taça de Craque do Brasileiro com o meio-campista chileno Valdívia, do Palmeiras, e o atacante uruguaio Acosta, do Náutico. Em 2005, ano de criação do troféu, outro estrangeiro levou o prêmio: o argentino Tevez, à época campeão pelo Corinthians.

"Sou apenas um instrumento do meu clube. Esse prêmio só representou junto com meus parceiros, que talvez até sejam muito mais merecedores do que eu. Também devo agradecer aos dirigentes, que nos oferecem toda estrutura para chegarmos aos campeonatos", disse Ceni.

Neste Brasileiro, Rogério Ceni participou da melhor defesa da competição, com 19 gols sofridos, liderando o setor mais destacado da equipe na competição. O goleiro também colaborou no ataque, marcando dois gols de falta e cinco de pênalti no torneio nacional.

O título brasileiro deste ano foi o 17º obtido por Rogério Ceni como titular do São Paulo. Como titular da meta são-paulina, o arqueiro também foi três vezes campeão do Paulista e uma vez da Recopa, da Conmebol, da Libertadores e do Mundial de Clubes.

Bola de Ouro

Rogério Ceni também teve uma conquista pessoal em 2007. O goleiro teve seu nome relacionado entre os concorrentes finalistas à Bola de Ouro da temporada, concedido pela revista France Football a Kaká, do Milan.

O goleiro do São Paulo só pôde aparecer entre os finalistas graças à mudança de regras promovida pela revista neste ano. Antes oferecido ao melhor jogador dos gramados europeus no ano, o prêmio pode agora ser concedido a um jogador de qualquer país do mundo.

Na lista final, Rogério Ceni ficou na 27ª colocação, ao lado do goleiro espanhol Iker Casillas, do Real Madrid. Entre os brasileiros, o são-paulino ficou em quinto, atrás de Kaká, Robinho, Ronaldinho e Daniel Alves.

Redação Terra