Série A

Série A

Terça, 4 de dezembro de 2007, 00h14  Atualizada às 00h15

Após choro, Valdívia pede permanência de Caio e Edmundo

Celso Paiva
Direto do Rio de Janeiro
Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Busque outras notícias no Terra:

Ausente das últimas rodadas do Campeonato Brasileiro por conta de suspensão, o meio-campista Valdívia disse ter chorado no último domingo, quando o Palmeiras perdeu a chance de se classificar à Copa Libertadores. Triste, ele torce pela renovação dos contratos de Edmundo e do técnico Caio Júnior.

» Veja as últimas do Palmeiras

"Chorei ontem, foi muito difícil passar a noite após a desclassificação", afirmou o chileno, que é grato ao treinador. "Quero que ele fique, porque me ajudou muito. Tenho muito a agradecer por tudo o que fez por mim."

Sobre Edmundo, Valdívia disse esperar que o camisa sete tenha a despedida que merece do clube do Parque Antarctica. "Ele deve permanecer no Palmeiras. Um ídolo como o Edmundo tem que encerrar sua história no clube com um título", declarou.

Por fim, o chileno comemorou o prêmio recebido no Rio de Janeiro como o melhor meia-esquerda do Campeonato Brasileiro. "É muito importante um jogador estrangeiro conquistar um prêmio como esse, porque a adaptação no futebol brasileiro é muito difícil."

Redação Terra