Série A

Série A

Terça, 4 de dezembro de 2007, 00h40 

Richarlyson diz que prêmio não é resposta

Celso Paiva
Direto do Rio de Janeiro
Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Busque outras notícias no Terra:

A temporada 2008 ficou marcada para Richarlyson como aquela na qual apresentou o melhor futebol de sua carreira e enfrentou problemas fora de campo. O jogador, que processou um dirigente palmeirense por insinuações sobre sua sexualidade, foi escolhido para a seleção do Brasileiro e se recusou a fazer um desabafo.

» Veja as últimas do São Paulo

"Esse prêmio não é uma resposta. Eu separo a vida pessoal da profissional", afirmou o volante do São Paulo, antes de admitir que mistura os dois lados. "Nada do que aconteceu neste ano me abalou, apenas serviu como motivação para eu crescer mais e mais na carreira."

Problemas pessoais à parte, Richarlyson celebrou a excelente campanha do time tricolor, que conquistou o Nacional com quatro rodadas de antecedência. "A gente ganhou o título com maestria, muita superioridade aos rivais. Isso mostra a competência da diretoria e dos jogadores."

Por fim, o jogador que usou o nome "Ricky" às costas na penúltima rodada, elogiou Rogério Ceni, vencedor dos prêmios de melhor goleiro, craque do Brasileiro e craque da torcida. "É uma pessoa que decide jogos. Ele conquistou o prêmio mais uma vez e merece por tudo o que tem feito", concluiu.

Redação Terra