0

CBF x STJD? Time excluído da Copa do Brasil diz que terá ajuda de Marin

18 abr 2013
18h13

Após entrar na Justiça comum e conseguir uma liminar que suspende a partida entre Sousa-PB e Coritiba, pela Copa do Brasil, o presidente do CSP-PB, Josivaldo Alves, confirmou que a CBF vai ajudar o time excluído da competição pelo STJD.

Ao LANCENet!, Josivaldo confirmou que conversou nesta quarta-feira com José Maria Marin, presidente da CBF, e que o dirigente se sensibilizou com o caso do CSP, prometendo ajudar o clube. O Tigre afirma querer a vaga de volta, mas se não for possível, pelo menos ressarcimento financeiro por ter feito tamanho investimento ''à toa''.

- A gente não tinha alternativa. Ontem (quarta-feira) eu falei com o presidente da CBF, José Maria Marín, e ele foi muito solícito. Ele se sensibilizou. Disse que tentaria nos ajudar, pois é o mais justo a se acontecer. A gente falou que estava tendo dificuldade na situação. Fizemos as contas: gastamos com todo o planejamento para disputar a Copa do Brasil e esse direito nos foi tirado. Alguém tem que pagar a conta. A gente está num prejuizo enorme - disse o presidente.

Josivaldo também lamenta os incovenientes que estão atrapalhando o Coritiba, que viajou até Sousa para a partida, que seria nesta quarta. Os dirigentes do Coxa foram pegos de surpresa com a notícia.

- A gente sente pelo Coritiba, mas não tinha alternativa. Estamos tentando viabilizar essa vaga ou pelo menos a conta para alguém pagar - finalizou.

ENTENDA O CASO

O Sousa entrou com um recurso no STJD para ganhar a vaga alegando que a Copa Paraíba de 2012, competição pela qual o CSP alcançou sua classificação por ter sido o campeão, foi disputada de uma maneira que fere o regulamento da própria Copa do Brasil. Ela obriga que um mínimo de quatro clubes participem de torneios seletivos estaduais. No entanto, a edição do campeonato foi disputado apenas entre Treze, Botafogo e o campeão CSP.

O que o Sousa alegou foi o fato de que estavam previstos cinco clubes no total para participar da competição. Além destes três, Alético de Cajazeiras e Cruzeiro de Itaporanga também tinham vaga garantida, mas desistiram em cima da hora de participar do torneio, deixando apenas três times em disputa pela taça. No dia 4 de abril, o STJD deu a vaga para o Sousa.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade