0

Chega de vice! Robben faz no fim e dá o título para o Bayern contra o Borussia

25 mai 2013
17h40

Nas últimas quatro finais de Liga dos Campeões, é a terceira vez que o Bayern de Munique está lá. Mas desta vez, levou o troféu, e justamente quando tinha um dos maiores rivais do outro lado: o Borussia Dortmund. Neste sábado, ainda outro "tabu" caiu no Estádio de Wembley, em Londres. Robben, marcado por perder gols importantes em momentos decisivos, deixou o dele já nos momentos finais, e garantiu seu nome marcado na competição.

O JOGO

O Borussia começou melhor. Já desde o início, o time de Jürgen Klopp arriscou uma marcação adiantada, e conseguia fazer seus contra-ataques começarem já na intermediária. Ao mesmo tempo, evitava que o Bayern trocasse bolas. Quando fazia isso, ficava apenas entre os zagueiros e os laterais, de lá para cá, e nem os volantes habilidosos participavam tanto.

Apenas neste período inicial, quatro chances muito boas para o Borussia. A primeira em chute de fora de Lewandowski, outra bem perto do gol com

Reus passa por Lahm (Foto: Andrew Yates/AFP)Blaszczykowski, outra na entrada da área com Reus, e mais uma com Bender. Neuer brilhou em todas e evitou o gol do Dortmund.

Só aos poucos que o Bayern conseguiu diminuir o ímpeto rival. Mas as primeiras chances vieram pelo alto, ou de contra-ataque. E se os bávaros tinham Neuer, o Borussia tinha Weidenfeller. Evitou gols de Mandzukic e Javi Martínez, ambos em finalizações de cabeça, de depois de Robben, que ficou na cara dele. Aliás, a defesa foi com a cara mesmo.

Acabou que os goleiros viraram os grandes nomes do primeiro tempo. Neuer voltou a brilhar quando Lewandowski finalizou em sua saída. E Weidenfeller voltou a defender um chute com o rosto, e novamente com Robben, que perdia o segundo gol seguido.

Mas nesta altura, o Bayern conseguiu igualar as condições. Martínez e Schweinsteiger já saíam para o jogo, e o holandês tinha chances, principalmente com bons passes de Müller. Ribéry que ainda estava apagado.

Ribéry não teve tanto destaque no primeiro tempo da final (Foto: Adrian Dennis/AFP)

SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, o Borussia apostou outra vez na mesma pressão que aplicou no início da partida. Porém, isso não significa que tenha dado certo. Desta vez, o Bayern estava mais ligado no que o adversário poderia fazer, e os volantes tentaram sair mais e aparecer.

Aos poucos, a linha de três jogadores formada por Robben, Müller e Ribéry começou a aparecer. O foi através do francês e do holandês que veio o gol.

Torcida do Bayern (Foto: Christof Stache/AFP)Os dois fizeram uma jogada envolvente, o holandês foi à linha de fundo e deixou Mandzukic pronto para marcar. O croata não desperdiçou e colocou para dentro.

O gol não deixou o time do Borussia nervoso. Os jogadores mantiveram-se calmos, tentando atacar pelos dois lados, e não demorou para que funcionasse. Reus entrou na área, e ao receber a marcação de Dante, ganhou um chute violento na virilha: pênalti.

O brazuca, que já tinha cartão amarelo, poderia até ter sido expulso, mas ficou em campo, Gündogan empatou ao cobrar bem para fazer seu primeiro gol pelo torneio. Na sequência, o herói foi Subotic. Müller driblou Weidenfeller, tocou para o gol. O zagueiro ganhou de Robben na corrida que, fatalmente, colocaria o Bayern na frente.

Tudo isso foi suficiente para deixar o jogo ainda mais movimentado e aberto. O Bayern teve mais chances, como em um chute de Schweinsteiger já na reta final. Mas o goleiro estava lá de novo. Na sequência, o gol do título!

Robben, justamente ele que perdeu grandes chances no primeiro tempo, desta vez foi. E o rosto de Weidenfeller não estava pronto para defender. Deixou todos para trás, e na saída do goleiro, chutou mansinho.

Torcida do Borussia fez mais barulho durante o jogo (Foto: Adrian Dennis/AFP)

FICHA TÉCNICA

BORUSSIA DORTMUND x BAYERN DE MUNIQUE

Local: Estádio de Wembley, Londres (ING)

Data-Hora: 25/05/2013, às 15h45 (de Brasília)

Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)

Auxiliares: Renato Faverani (ITA) e Andrea Stefani (ITA)

Público: 86,298 presentes

Gols: Mandzukic (15'/2ºT), Gündogan (23'/2ºT), Robben (43'/2ºT)

Cartões amarelos: Dante, Ribéry (BAY), Grosskreutz (BOR)

Cartões vermelhos:

BORUSSIA DORTMUND: Weidenfeller, Piszczek, Hümmels, Subotic e Schmelzer; Gündogan, Bender (Sahin, 44'/2ºT) e Reus; Blaszczykowski (Schieber, 44'/2ºT); Grosskreutz e Lewandowski. Técnico: Jürgen Klopp

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer, Lahm, Boateng, Dante e Alaba; Schweinsteiger e Martínez; Robben, Müller e Ribéry (Luiz Gustavo, 44'/2ºT); Mandzukic (Gómez, 46'/2ºT). Técnico: Jupp Heynckes

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade