0

Colombiano Andrés Escobar é homenageado nos EUA 22 anos após seu assassinato

3 jun 2016
22h29
  • separator
  • comentários

O zagueiro colombiano Andrés Escobar, assassinado há 22 anos em Medellín, recebeu nesta sexta-feira uma homenagem antes do jogo entre Estados Unidos e Colômbia, que abre a Copa América.

Escobar foi morto violentamente 11 dias depois da eliminação de sua seleção na Copa do Mundo de 1994, justamente após uma derrota por 2 a 1 contra os Estados Unidos, em um jogo no qual o zagueiro marcou um gol contra.

O último jogo disputado por Escobar contou com a presença dos mesmos adversários que abrem agora a Copa América, o que proporcionou a homenagem de hoje.

A cerimônia aconteceu sobre o gramado do Levi's Stadium e contou com a presença de Santiago e María Esther, irmãos de Andrés, e com a de vários membros de suas famílias.

A homenagem, organizada pela emissora "Univision", contou ainda com a presença de Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, Víctor Montagliani, máximo representante da Concacaf, e Ramón Jesurún, presidente da Federação Colombiana de Futebol.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade