0

Com disputa milionária, Campeonato Francês começa nesta sexta-feira

8 ago 2013
15h52

Campeão francês com facilidade na última temporada, o Paris Saint-Germain tinha tudo para partir em busca do bi como grande favorito após ter reforçado uma equipe que já era forte, mas tem agora um concorrente a altura, pelo menos nos altos gastos para a formação do elenco.

O PSG, propriedade de um grupo de investidores do Catar desde 2010, continua em sua tentativa de se colocar na elite do futebol europeu e para isso acertou a contratação mais cara da história do futebol da França, a do atacante Edinson Cavani. O uruguaio custou 64 milhões de euros e formará uma dupla de peso com o sueco Zlatan Ibrahimovic.

A equipe da capital iniciará a caminhada no campeonato nesta sexta-feira, fora de casa, contra o Montpellier, num confronto entre os donos dos dois últimos títulos.

Os dois atacantes, de quem são esperados muitos gols, terão como coadjuvantes de luxo vários atletas de renome, como o zagueiro Marquinhos e lateral-esquerdo Lucas Digne, outros recém-contratados, além de velhos conhecidos, como o também zagueiro Thiago Silva, os meias Lucas e Javier Pastore e o atacante Ezequiel Lavezzi.

Fora de campo, porém, o clube de Paris sofreu duas baixas importantes. O técnico Carlo Ancelotti assumiu o Real Madrid e foi substituído por Laurent Blanc, enquanto o diretor esportivo Leonardo optou por sair depois de ter sido suspenso por nove meses.

Antes de sair, o dirigente brasileiro fechou contratações que deveria garantir ao PSG a supremacia na França e afirmou inclusive que o time tinha agora "o melhor ataque do mundo".

Contudo, apareceu um concorrente disposto a gastar tanto ou mais dinheiro em jogadores que os catarianos, o magnata russo Dimitri Rybolovlev, que quer fazer com que o Monaco reviva velhas glórias ou até obter algumas ainda maiores.

Sete vezes campeão francês e vice da Liga dos Campeões em 2004, o time do principado passou as duas últimas temporadas na segunda divisão, da qual foi campeão na temporada passada. O retorno à elite acontecerá neste sábado, diante do Bordeaux, no campo do adversário.

Rybolovlev investiu 141 milhões de euros para contratar o atacante Radamel Falcao, grande estrela do elenco comandado por Claudio Ranieri, os zagueiros Ricardo Carvalho e Borja López, o lateral Eric Abidal, os meio-campistas Jérémy Toulalan, João Moutinho e James Rodríguez.

O primeiro objetivo do Monaco é voltar à Liga dos Campeões, algo imprescindível para tentar rentabilizar o dinheiro investido e honrar a tradição do clube, campeão nacional pela última vez em 2000.

O terceiro clube em gastos com jogadores na atual temporada é o Olympique de Marselha, que desembolsou "apenas" 22 milhões de euros para contratar os meias Dimitri Payet, ex-Lille, e Gilbert Imbula, que estava no Guingamp, justamente o adversário da estreia dos comandados de Élie Baup. A partida acontecerá no domingo, no Stade du Roudourou.

Sem saber o que é ser campeão francês desde 2008, ano em que fechou uma sequência de sete conquistas seguidas, o Lyon estreará em casa, no Gerland, no sábado. As novidades do elenco são o lateral português Miguel Lopes e atacante guineano Lamine Yattara.

Programação da 1ª rodada do Campeonato Francês:.

Sexta-feira.

Montpellier - Paris Saint-Germain.

Sábado.

Bordeaux - Monaco.

Evian - Sochaux.

Lille - Lorient.

Lyon - Nice.

Nantes - Bastia.

Rennes - Stade Reims.

Valenciennes - Toulouse.

Domingo.

Ajaccio - Saint-Étienne.

Guingamp - Olympique de Marselha.

EFE   
publicidade