0

Com estreia de Cris e volta de suspensos, Dorival terá mais opções

15 ago 2013
08h40

Para o jogo do próximo sábado, contra o Grêmio, em São Januário, o técnico Dorival Júnior terá apenas um dia para treinar sua equipe. Isso porque, a delegação vascaína, que foi a Santos para enfrentar o Alvinegro Praiano, desembarcará no Rio de Janeiro na tarde desta quinta-feira e só terá o dia de sexta para realizar o treinamento. Apesar disso, Dorival tem motivos para comemorar.

O treinador terá o zagueiro Cris, apresentado no início desta semana, à disposição. Além disso, os meias Juninho e Pedro Ken, que tiveram de cumprir suspensão automática porque receberam o terceiro cartão amarelo contra o Coritiba, retornam ao time. Desde que voltou ao Vasco, o Reizinho vem jogando bem e sendo fundamental para o time no Brasileirão. Dorival afirmou que essa dependência por um jogador não é exclusiva do Cruz-Maltino e disse que a equipe já mostrou que pode jogar sem o camisa 8.

- Todas as equipes dependem de um jogador. E com o Vasco não é diferente. Assim, como o Grêmio depende do Zé Roberto, o Alex com o Coritiba, o Santos até outro dia tinha o Neymar... E agora procura outra situação de jogo. O Vasco não foge a isso. Precisamos jogar sem ele (Juninho). Vamos encontrar esse caminho, já que o Juninho não estará à disposição em todas as partidas. Mas hoje (última quarta), o time já mostrou que pode jogar sem ele. Fez ótimas jogadas e saio satisfeito - destacou Dorival.

Outro motivo de comemoração para Dorival Júnior, é fato de ter os zagueiros Jomar e Rafael Vaz à disposição para o jogo contra o Tricolor Gaúcho. Vale lembrar que, por motivos de suspensão ou lesão, o comandante vascaíno teve poucas oportunidades para repetir a escalação do setor defensivo. Caso confirme a dupla, esta será a quarta partida seguida de Dorival com a mesma dupla de zaga, fato inédito para o treinador neste Brasileirão.

Nos últimos minutos, Vasco consegue empate com o Santos

Fonte: Lancepress! Lancepress!

compartilhe

publicidade
publicidade