0

Com gols de Réver e Ronaldinho, Atlético-MG vence o América-TO

20 mar 2013
21h34
atualizado às 21h40

O jogo atrasado entre América-TO e Atlético-MG começou minutos após o horário marcado e ainda demorou para deixar a torcida de Teófilo Otoni com a presença de Ronaldinho e Cia, animada. Apesar das dificuldades no primeiro tempo, o Galo saiu vencedor diante do lanterna do Mineiro.

Réver, outra vez, tirou o Galo do sufoco e abriu o placar. Depois, cansado, o América-TO viu Ronaldinho fazer o gol mais fácil de sua história pelo Atlético. Com 2 a 0, o Galo chega aos 15 pontos, ficando atrás do Cruzeiro pela diferença mínima na pontuação.

O JOGO

Com um campo pesado para atuar, o Atlético-MG logo encontrou dificuldades de ligação entre os quatro homens de frente. O América-TO, por sua vez, já mostrava que sabia bem por onde iria atacar. Ao explorar os flancos do Galo, em cima de Marcos Rocha e Junior Cesar, logo o Dragão do Vale do Mucuri produziu jogadas de perigo, com cruzamentos na área adversária.

Com Ronaldinho em campo pela primeira vez no interior mineiro, o Galo, no entanto, encontrou a melhor chance da partida, que foi desperdiçada por Diego Tardelli, após grande passe de R10. Apesar de ter errado várias oportunidades, Tardelli era o que mais participava, atuando de forma recuada.

SEGUNDO TEMPO

O Atlético voltou para a etapa complementar com mudanças que modificaram sua tática. Luan entrou no lugar de Pierre e Junior Cesar foi substituído por Junior Cesar. Tudo bem que a segunda foi protocolar, mas Luan acabou deixando o Galo todo no ataque, atuando pelo meio de campo, colocando Ronaldinho ainda mais encostado em Jô.

R10 mostrou certa dificuldades na tabela. Localizado muito na frente, de costas para o time, ele deixava de chutar algumas bolas para dar passes aos companheiros que viam de trás. O América-TO só era lembrado mesmo por alguns poucos contra-ataques, que eram cotornados pela zaga do Galo, e pelo seu goleiro, que teve noite inspirada, agarrando tudo quanto é bola de Jô, Tardelli e Bernard.

Porém, quem tem Réver, possui um zagueiro e um atacante top de linha. O jogador aproveitou passe aéreo de R10 e tirou o zero do placar com sua testa de ferro. Quarto gol dele em dois jogos seguidos.

O jogo voltou a ficar burocrático, mas o Galo tomou conta com o cansaço físico do Dragão. Demorou, mas saiu o segundo do alvinegro e foi dos pés de Richarlyson. Ele não foi o autor do gol, mas deu um passe que R10 não desperdiçou. Também, o cruzamento deixou o craque do Galo livre para encostar.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-TO 0 X 2 ATLÉTICO-MG

Local: Nassri Mattar, Teófilo Otoni (MG)

Data/Hora: 19h30 (Brasília)

Árbitro: Junio Benevenuto (CBF/FMF)

Auxiliares: Marcus Vinicius Gomes (CBF/FMF) e Marconi Helbert Vieira (CBF/FMF)

Cartões amarelos: Rodrigo Sena, Luciano Mourão e Leandrinho, Luisinho (AME); Pierre e Leandro Donizete (CAM)

Cartões vermelhos: Não houve

GOLS: Réver, 15'/2ºT (0-1) e Ronaldinho, 27'/2ºT (1-2)

AMÉRICA-TO: Raphael Barrios, Iran, Araújo, Rancharia (Tiago, 28'/2ºT) e Rodrigo Sena; Felipe Dias, Luisinho, Leandrinho (Fábio Lopes, 34'/2ºT) e Luciano Mourão, Anderson Grafite e Daniel. Técnico: Gilmar Estevam.

ATLÉTICO-MG: Giovanni, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Rever e Júnior César (Richarlyson, Intervalo); Pierre (Luan, Intervalo), Leandro Donizete, Diego Tardelli, Bernard (Guilherme, 34'/2ºT) e Diego Tardelli; Jô. Técnico: Cuca

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade