0

Com hat-trick de Réver, Galo vira e goleia o América-MG por 5 a 2

17 mar 2013
20h25
atualizado às 20h44

Pela sexta rodada do Campeonato Mineiro, o Atlético-MG enfrentou o América-MG, às 18h30 deste domingo, e somou mais uma partida de invencibilidade no Estádio Independência, que é a verdadeira casa do próprio adversário.

O América abriu o placar, mas, graças a Leandro Donizete, aos dois golaços de Réver e mais um de Diego Tardelli, o time do técnico Cuca saiu de campo vencedor: 5 a 2 (sendo que o defensor marcou o seu terceiro no jogo).

O Coelho mostrou uma grande evolução, pois estava jogando uma bolinha ridícula. Agora, Paulo Comelli, que estreou no comando do Alviverde, terá tempo para ajeitar o time para compromissos menos pesados.

A PARTIDA

O jogo começou muito corrido, mas o Galo, apesar de ter tomado conta das primeiras ações ofensivas, acabou saindo atrás do placar logo aos 10 minutos. Richarlyson não conseguiu conter o cruzamento de Gedeílson e Fábio Junior venceu Gilberto Silva na disputa pelo alto, para marcar o gol do Coelho. O pentacampeão, que completava 100º jogos pelo Galo, nem conseguiu pular.

Mas o Galo se recuperou na partida. Tudo bem que a defesa continuou desorganizada, mas o ataque começou a incomodar. Leandro Donizete aparecia mais do que o costume. O volante tocou para Guilherme, mas o camisa 10 deixou a bola escapar. Ninguém do Coelho aproveitou e Bernard fuzilou Neneca. No rebote, Donizete marcou seu primeiro gol pelo Galo, depois de mais de 50 jogos.

Com a igualdade no placar, o Atlético teve uma baixa. Gilberto Silva deixou o jogo sentindo dor na cabeça, após trombada com o goleiro Victor, que ocorreu antes do gol de empate. O Galo terminou o primeiro tempo criando mais que o Coelho e lamentou o encerramento dos primeiros 45 minutos.

RÉVER DECIDE COM OBRAS-PRIMAS

O Atlético-MG viu o América voltar melhor para o segundo tempo. Porém, foi o Galo que desperdiçou a melhor chance dos primeiros 10 minutos da etapa final. Jô, que fazia uma partida perfeita, ganhando todas e sendo bastante inteligente nos passes, deu um presente de gol aberto para Tardelli, que, de esquerda, errou feio.

Mas os erros no ataque favoreceram o Galo. A única explicação é que o zagueiro Réver resolveu ensinar os próprios colegas de ataque a finalizar. O defensor simplesmente, em dois minutos, firmou seu nome como 'o homem do jogo'. Com dois golaços, com 'G' maiúsculo, ele deixou o Galo tranquilo, tranquilo.

A primeira obra-prima do camisa 4 foi encobrir Neneca, após receber sozinho de Diego Tardelli. Depois, pegou rebote de escanteio e, com a direita, mandou um balaço para o fundo das redes. Difícil explicar, em palavras, a beleza dos dois lances. Basta ver os vídeos para entender.

Mas o zagueiro não se deu por satisfeito, já que, para provar, mais uma vez, que é o melhor zagueiro atuando no Brasil, usou seu jogo aéreo para marcar o terceiro na partida.

Apesar da goleada construída, Leandro Donizete, que estava muito bem, se atrapalhou na saída de bola e fez com que Laércio diminuísse a desvantagem. Porém, com repertório variado, o time alvinegro deixou o Coelho com o clima de páscoa antes do esperado: Diego Tardelli deixou Neneca no chão e marcou o quinto, fechando o massacre.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 5 X 2 AMÉRICA-MG

Local: Independência, Belo Horizonte (MG)

Data/Hora: 17/03/2013 - 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira (FMF)

Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (FMF) e Breno Rodrigues (FMF)

Cartões amarelos: Pierre e Jô (CAM), Leandro Ferreira e Lula (AME)

Cartões vermelhos: Não houve

GOLS: Fábio Junior, 10'/1ºT (0-1); Leandro Donizete, 32'/2ºT (1-1); Réver, 12'/2ºT (2-1); Réver, 14'/2º (3-1); Réver, 34'/2ºT (4-1); Laércio, 35'/2ºT (4-2) e Diego Tardelli, 37'/2ºT (5-2)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Réver, Gilberto Silva (Rafael Marques, 33'/1ºT) e Richarlyson; Pierre e Leandro Donizete; Diego Tardelli, Guilherme (Luan, 22'/2ºT) e Bernard, Jô (Alecsandro, 36'/2ºT) - Técnico: Cuca

AMÉRICA-MG: Neneca, Gedeílson (Patrick, 31'/2ºT), Lula, Everton Luiz e Wanderson; Claudinei, Leandro Ferreira, Doriva e Juninho (Kaká, 15'/2ºT); Geovanni (Laércio, 26'/2ºT) e Fábio Júnior - Técnico: Paulo Comelli.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade