0

Com provocação a la Mazembe, Grêmio empata e encaminha vaga

17 mar 2011
18h50
atualizado às 20h38

O Grêmio encaminhou a classificação às oitavas de final da Copa Libertadores da América na noite desta quinta-feira. Atuando fora de casa, a equipe comandada pelo técnico Renato Gaúcho conquistou um empate por 1 a 1 com o León de Huánuco, do Peru, e manteve os três pontos de vantagem em relação ao adversário, restando apenas duas rodadas para o término da fase de grupos da competição mais importante do calendário sul-americano de clubes.

O resultado de igualdade fez o Grêmio chegar a sete pontos, o que mantém o time gaúcho na segunda posição do Grupo 2. O León, por outro lado, fica com quatro, precisando contar com um tropeço do rival brasileiro para sonhar com um lugar na próxima fase. Com um jogo a menos, o Junior, da Colômbia, lidera com nove pontos e 100% de aproveitamento.

No entanto, o empate diante dos peruanos pode ficar, para alguns torcedores, em segundo plano. A rivalidade entre Grêmio e Inter ganhou mais um capítulo após o gol de empate do time tricolor, marcado por Carlos Alberto. Na comemoração, o meia, ao lado do lateral direito Gabriel, provocou o arquirrival ao imitar a folclórica dança do goleiro Kidiaba, do TP Mazembe, equipe que eliminou o clube comandado por Celso Roth do Mundial da Fifa, em dezembro.

O Grêmio voltará a campo pela Copa Libertadores no próximo dia 7 de abril, quando terá a oportunidade de assegurar matematicamente a classificação às oitavas, dependendo do próximo resultado do León. A partir das 20h15 (de Brasília), o clube de Renato Gaúcho recebe o Junior, no Olímpico, dependendo de um triunfo para se aproximar da etapa seguinda do torneio.

O León, por sua vez, pega o Oriente Petrolero, no dia 24, na Bolívia, e dará a oportunidade ao time gaúcho avançar com uma rodada de antecipação, caso não vença o lanterna do grupo.

O jogo

Apesar da possibilidade de encaminhar bem a classificação às oitavas de final nesta quinta-feira, Renato Gaúcho adotou a cautela na escalação do Grêmio. O técnico mandou a campo dois volantes (Fábio Rochemback e Fernando), um jogador também com características um pouco mais defensivas (Lúcio) e Douglas e Carlos Alberto buscando a aproximação de Borges no ataque.

Mais recuado, o clube porto-alegrense sofreu com o ímpeto da equipe local, que ameaçou Victor logo aos 7min. Depois de cobrança de falta para dentro da área, a bola passou por toda a linha defensiva gremista, perto da trave do goleiro. O lance serviu para simbolizar o principal erro da marcação do time brasileiro no confronto.

Embora tenha sofrido um susto logo no início do confronto, o Grêmio, aos poucos, obteve o domínio do duelo. Mais tranquilo e adaptado ao acanhado estádio, o time brasileiro pressionou e obrigou Flores a fazer uma grande defesa aos 30min, quando Douglas surpreendeu a todos e, da intermediária, cobrou falta direto para o gol. O jogador peruano se esticou todo e conseguiu evitar o tento.

Fraco tecnicamente, o clube peruano apostava apenas em bolas aéreas e acabou recompensado aos 43min da primeira etapa. Após levantamento pelo lado direito, Elías subiu sozinho, na entrada da área, e encobriu o goleiro Victor, surpreendendo o camisa 1 da equipe do Rio Grande do Sul. Gol que castigou o clube brasileiro.

Atrás no marcador, o Grêmio mudou a postura para a segunda etapa e passou a ser dono do jogo. Logo no primeiro minuto do embate, Borges saiu à frente do goleiro rival e chutou para fora, desperdiçando uma grande oportunidade de igualar o marcador.

O melhor nível gremista e a calma da equipe de Renato Gaúcho no jogo transformou-se em gol aos 9min. Douglas, em momento de rara liberdade, deu um lindo passe para encontrar Carlos Alberto na área. O meia-atacante recebeu no lado esquerdo, cortou para o meio e finalizou com precisão para empatar o duelo.

Na comemoração, o camisa 22 inovou. Provocados pelo atacante do Inter Leandro Damião no último domingo, por conta do gol marcado nos acréscimos na decisão do primeiro turno do Campeonato Gaúcho contra o Caxias, os gremistas responderam. Carlos Alberto e o lateral direito Gabriel sentaram no gramado e imitaram a folclórica dança do goleiro Kidiaba, do TP Mazembe, algoz do time colorado no Mundial de Clubes da Fifa.

O tento de empate animou o Grêmio, que avançou dentro de campo em busca do gol da vitória, que praticamente colocaria o clube nas oitavas de final da Libertadores. Entretanto, a falta de pontaria, exemplificada pela chance perdida de Borges aos 32min, impediu a equipe gaúcha de deixar o Peru com os três pontos.

FICHA TÉCNICA

León de Huánuco 1 x 1 Grêmio

Gols

León de Huánuco: Carlos Elías, aos 43min do primeiro tempo
Grêmio: Carlos Alberto, aos 9min do segundo tempo

León de Huánuco
Juan Flores; Gianfranco Espinoza, Roller Cambindo, Luis Cardoza e Guillermo Salas; Carlos Zegarra, Jean Ferrari, Carlos Elías (José Otálvaro), Jair Céspedes (Victor Peña) e Carlos Orejuela (Papi Rodríguez); Gonzáles Vigil. Técnico: Franco Navarro.

Grêmio
Victor; Gabriel, Rafael Marques, Rodolfo e Gilson; Fábio Rochemback, Fernando (Júnior Viçosa), Lúcio e Douglas; Carlos Alberto (Bruno Collaço) e Borges (Diego Clementino). Técnico: Renato Gaúcho.

Cartões Amarelos
León de Huánuco: Luis Cardoza, Carlos Elías e Jean Ferrari
Grêmio: Rodolfo e Borges

Árbitro
Roberto García (México)

Local
Estádio Heraclio Tapia, em Huánuco (Peru)

Ao comemorar, Carlos Alberto imitou a dança do goleiro Kidiaba para provocar os torcedores colorados
Ao comemorar, Carlos Alberto imitou a dança do goleiro Kidiaba para provocar os torcedores colorados
Foto: AP
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade