1 evento ao vivo

Com torcida única, Sérvia x Albânia é suspenso após invasão de drone

14 out 2014
19h20

A Uefa tentou evitar qualquer tipo de confusão no duelo entre Sérvia e Albânia, nesta terça-feira, pelas Eliminatórias para a Eurocopa de 2016, mas acabou sendo surpreendida e viu o jogo ser suspenso ainda no primeiro tempo. Um drone com a bandeira da ‘Grande Albânia’ foi levantado sobre o gramado do Estádio Partizan, em Belgrado, e irritou a torcida mandante, única presente no local, causando uma grande confusão.

A relação entre os dois países é complicada. O Estado de Kosovo, que se declarou independente da Sérvia e agora luta pelo reconhecimento internacional para ser considerado um país, tem 92% de sua população formada por albaneses. Ciente do conflito, a Uefa estabeleceu que a partida em Belgrado seria disputada com torcida única, mas a medida não foi suficiente.

Aos 41 minutos do primeiro tempo, quando o placar indicava um empate em 0 a 0, um drone com a bandeira da ‘Grande Albânia’, território que englobaria partes de Sérvia, Montenegro, Macedônia, Grécia e Kosovo, foi levantado sobre o gramado. O meio-campo sérvio Mitrovic, sob vaias da torcida mandante, puxou o objeto, e irritou os adversários albaneses em campo.

Neste cenário, jogadores dos dois times iniciaram a confusão, e a torcida, que até então mostrava uma boa conduta no adversário, passou a invadir o gramado do Estádio Partizan. Os atletas da Albânia correram para os vestiários e o árbitro inglês Martin Atkinson suspendeu a partida que era válida pelo Grupo I das Eliminatórias das Eurocopa.

Após a confissão, os jogadores da Sérvia, sob ordem dos policiais que tentaram acalmar os ânimos, também se dirigiram aos vestiários, mas retornaram ao gramado para saudar a torcida presente. Nas arquibancadas, era possível ouvir até mesmo gritos com o nome de Vladmir Puttin, presidente da Rússia que se mostrou totalmente contra a independência de Kosovo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade