0

Comitê de Reformas da CBF prevê estaduais mais curtos em 2017

9 jun 2016
20h42
  • separator
  • comentários

O Comitê de Reformas da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) se reuniu nesta quinta-feira e anunciou o calendário oficial das competições de 2017 na sede da entidade, no Riod e Janeiro. A principal mudança diz respeito à redução do número de datas dos campeonatos estaduais para 18, com outras oito datas direcionadas aos torneios regionais, como a Copa do Nordeste e a Primeira Liga.

Com isso, o Campeonato Brasileiro começaria já na primeira semana de maio, junto da Copa do Brasil. Em relação à Série A do Nacional, foi-se reduzido o número de jogos às quartas-feiras (de 14 para 9) e definidas duas pausas de 14 dias na competição para compromissos da Seleção Brasileira pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 entre setembro e outubro.

O anúncio das medidas foi feito pelo ex-treinador Carlos Alberto Parreira, ao lado do ex-zagueiro Ricardo Rocha, do capitão do Tri, Carlos Alberto Torres, e de Manoel Flores, gerente de competições da CBF, responsáveis pelo grupo de trabalho que discutiu o calendário durante meses.

“Há muita coisa que pode ser melhorada e será melhorada. O Brasil é um país de dimensões continentais, diferente de todo o mundo. É uma tarefa para gênios resolver essa complexidade (do calendário brasileiro) e adequar os lados financeiro, técnico e político”, disse Parreira.

A adequação do calendário brasileiro ao europeu, com férias na metade do ano, ainda segue em pauta. No entanto, Parreira não enxerga terreno necessário para implantar tal mudança. “Primeiro devemos organizar nosso calendário e nossos problemas. Depois, podemos pensar ou não em adequar-se à Europa”, falou.

Além disso, o estabelecimento de férias de 30 dias e pré-temporada de 25 foi mantido e muito comemorado pelo Comitê, que ainda pensa em ampliar para um mês o período de treinamentos antes do início das competições.

“Nós que trabalhamos no futebol brasileiro sabemos. São duas grandes conquistas importantíssimas e que, como disse o Walter (Feldman, secretário-geral da CBF), são estruturas pétreas, que não serão mudadas. Férias de 30 dias, pré-temporada de 25 dias, e a ideia é de estendê-las até 30 dias”, acrescentou Parreira.

Confira os principais pontos do calendário da CBF para 2017:

Manutenção das férias de 30 dias e pré-temporada de 25 dias com ideia de extensão para 30 dias;

Redução dos jogos do Campeonato Brasileiro às quartas-feiras (de 12 para 9)

Duas paralisações durante o Brasileirão para partidas da Seleção Brasileira nas Eliminatórias

Estaduais com 18 datas, de 29 de janeiro a 30 de abril, em concomitância com os campeonatos regionais (Primeira Liga, Copa do Nordeste e Copa Verde)

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade