1 evento ao vivo

Contra a Suíça, Brasil faz 1º teste após título da Copa das Confederações

13 ago 2013
14h28

Depois de ter ido da desconfiança do começo do primeiro semestre até o bom futebol apresentado durante a Copa das Confederações, em que ficou com o título, a seleção brasileira tentará dar sequência às boas exibições nesta quarta-feira, em amistoso contra a Suíça.

Satisfeito com o desempenho da equipe, o técnico Luiz Felipe Scolari praticamente não fez alterações no grupo de jogadores e disse já ter a base para a Copa do Mundo do ano que vem montada.

A única novidade na convocação para a partida em Basel é o lateral-esquerdo Maxwell, enquanto o goleiro Diego Cavalieri, o zagueiro Réver, o lateral Filipe Luis e o meia Jadson, campeões há pouco mais de um mês, não foram chamados.

"Vou testar alguns jogadores nos próximos jogos. Há dois, três ou quatro atletas a serem observados para completar a equipe para a Copa", declarou Felipão.

O treinador admitiu que não pode se dar ao luxo de experimentar muito porque, por não participar das Eliminatórias, o Brasil terá apenas oito jogos a serem disputados até o Mundial e é preciso dar ritmo e entrosamento à seleção.

Por essa mesma razão, o time titular contra a Suíça deverá ser o mesmo da final da Copa das Confederações, em que os comandados de Felipão derrotaram a Espanha por 3 a 0.

Os jogadores admitem que a conquista do título no Maracanã permitiu que o Brasil recuperasse seu prestígio, já que subiu do 22º para o nono lugar do ranking da Fifa, mas que isso tem seu lado negativo, já que os adversários voltarão a prestar maior atenção na equipe.

"Conquistamos o que precisávamos para recuperar nosso moral. Em contrapartida, seremos mais vigiados. De qualquer forma, precisamos crescer para chegar à Copa preparados para ser campeões", afirmou o atacante Fred, artilheiro da seleção desde que Scolari reassumiu o comando.

Com um trio de ataque poderoso, formado por Fred, Neymar e Hulk, a seleção terá pela frente uma defesa forte. A Suíça sofreu apenas um gol em seis jogos pelas Eliminatórias europeias, em que é líder de seu grupo.

O técnico alemão Ottmar Hitzfeld convocou quase todos os seus titulares, incluindo o grande nome do futebol suíço na atualidade, o meia-atacante Xherdan Shaqiri, de 21 anos, que na última temporada foi campeão europeu e alemão pelo Bayern de Munique.

Hitzfeld não contará com o zagueiro Johan Djouru, machucado, e deverá deixar de fora o meio-campista Gokhan Inler, suspenso da próxima partida pelas Eliminatórias, em 6 de setembro, contra a islândia.

A única dúvida que o técnico mostrou nos treinamentos desta terça-feira é em torno do centroavante, posição em que Haris Seferovic e Mario Gavranovic brigam por uma vaga.

Prováveis escalações:.

Suíça: Benaglio; Lichtsteiner, Klose, Senderos e Ricardo Rodriguez; Behrami, Dzemaili, Shaqiri, Xhaka e Stocker; Seferovic (Gavranovic). Técnico: Ottmar Hitzfeld.

Brasil: Julio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Neymar, Hulk e Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Estádio: St. Jakob Park, na Basileia.

EFE   

compartilhe

publicidade