publicidade
23 de novembro de 2012 • 21h17 • atualizado em 28 de Novembro de 2012 às 14h40

Andrés diz que é contra técnico estrangeiro na Seleção

Andrés Sanchez disse que substituto não foi escolhido ainda: "pelo menos que eu saiba"
Foto: Djalma Vassão / Gazeta Press
 

Claramente, Andrés Sanchez perdeu poder na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Após admitir que foi voto vencido na demissão de Mano Menezes, ele deu entrevista à Rádio Bandeirantes nesta sexta-feira e mostrou que está por fora das principais decisões da entidade. No entanto, se depender dele, um técnico estrangeiro não assumirá a Seleção Brasileira. "se depender de mim, não vai ser (estrangeiro)", opinou.

» Confira os candidatos para assumir Seleção após queda de Mano

Questionado qual seria a chance de Pep Guardiola, ex-Barcelona, virar técnico do Brasil,  respondeu: "na minha visão (a chance) é zero, mas respeito a opinião de todo mundo", afirmou o diretor de seleções da CBF. Mais cedo, ele tinha anunciado que o novo técnico do Brasil só será confirmado em janeiro e agora negou que o acordo já esteja acertado: "pelo menos que eu saiba não escolheram o técnico ainda", afirmou ele, admitindo, porém, que as decisões podem ter acontecido sem que ele saiba.

Terra