0

Argentina só empata com Equador e perde chance de garantir vaga para a Copa

11 jun 2013
21h40
atualizado às 21h43

Mesmo com a entrada de Lionel Messi aos 15 minutos do segundo tempo, a Argentina não saiu do empate em 1 a 1 com o Equador, nesta terça-feira, e perdeu a oportunidade de garantir sua vaga para a Copa do Mundo de 2014 com quatro rodadas de antecedência.

Os 'Hermanos' precisavam vencer na altitude de 2.800 metros do estádio Atahualpa de Quito e ainda dependiam de uma combinação de resultados. Mesmo assim a classificação é só uma questão de tempo, apesar das ressalvas do técnico Alejandro Sabella.

"Não podemos comemorar enquanto não estaremos classificados matematicamente", avisou o treinador.

Os visitantes saíram na frente logo aos 4 minutos de jogo com um pênalti marcado pelo atacante Sergio Agüero, mas Segundo Castillo deixou tudo igual aos 17.

As duas equipes buscaram a vitória, mas o resultado deixou ambas em posição confortável na zona de classificação.

"Estou satifeito com a atuação dos meus jogadores. Sabíamos que era um dos jogos mais difíceis e respondemos com muita entrega", completou Sabella.

A Argentina soma 26 pontos e continua na liderança, mas viu sua vantagem sobre a Colômbia caiu para três pontos. Mais cedo, os colombianos derrotaram em casa o Peru por 2 a 0 em Barranquilla.

O Equador, que segue invicto em casa nestas eliminatórias, continua na terceira posição, a dois pontos da Colômbia e cinco da Argentina.

Messi, que não está totalmente recuperado da lesão muscular na coxa que sofreu em abril com a camisa do Barcelona numa partida de Liga dos Campeões contra o Paris Saint-Germain, mostrou-se diminuído fisicamente.

O melhor jogador do mundo parecia sofrer com a altitude e só ameaçou o gol equatoriano aos 36 do segundo tempo, arrancou em velocidade após receber um lançamento de Mascherano, mas não caprichou na pontaria.

A Argentina começou da melhor forma possível ao abrir o placar com quatro minutos de bola rolando.

Di Maria fez boa jogada e soltou uma bomba para a defesa de Dominguez. Na sequência, o goleiro derrubou Palacio, que chegava para pegar o rebote.

Agüero cobrou com categoria e balançou as redes, para o desespero da torcida local.

O Equador, no entanto, não se abalou e empatou logo aos 16 com um cabeceio certeiro de Castillo numa cobrança de falta de Walter Ayoví.

No segundo tempo, a Argentina parecia se conformar com o empate enquanto os equatorianos partiram para cima, mas não conseguiram manter os 100% de aproveitamento em casa.

"Faltou frieza para poder resolver a partida, diante de um adversário que jogou com muita inteligência", comentou o técnico do Equador, Reinaldo Rueda.

O jogo acabou em confusão generalizada, após Mascherano ser expulso por dar um chute no motorista da maca móvel.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade