0

Argentinos criticam erro no sorteio das Confederações: "escândalo"

3 dez 2012
16h41
atualizado às 16h41
  • separator
  • 0
  • comentários

O erro no sorteio da Copa das Confederações de 2013, ocorrido neste sábado no Anhembi, em São Paulo, não passou despercebido na imprensa argentina. O jornal esportivo Olé, de Buenos Aires, classificou o equívoco como um “escândalo”.

Chef Alex Atala (à esq.) se confundiu e pegou bolinha do pote errado durante sorteio em São Paulo
Chef Alex Atala (à esq.) se confundiu e pegou bolinha do pote errado durante sorteio em São Paulo
Foto: Marcelo Pereira / Terra

» Veja como ficou a tabela da Copa das Confederações

“Saiu a programação da Copa das Confederações 2013 e o manejo das bolinhas foi um escândalo”, escreve o diário, lembrando que o próprio secretário-geral da Fifa, Jerôme Valcke, admitiu que o sorteio “foi algo caótico”.

Valcke atuou como mestre de cerimônias do evento, exibindo ao público o conteúdo das bolinhas sorteadas pelos dois convidados brasileiros: a modelo Adriana Lima e o chef de cozinha Alex Atala.

Conforme publica o diário, “o problema esteve na bolinha que levava o nome do Uruguai, corretamente tirada do pote transparente correspondente por Adriana Lima. A continuação, Atala era o responsável de, escolhendo uma bolinha por azar no pote B, determinar a posição dos uruguaios no grupo. Porém o famoso cozinheiro se equivocou, introduziu sua mão no pote A e tirou a bolinha A3”.

A princípio, Valcke não notou o erro e colocou o Uruguai no Grupo B, como já havia sido anunciado, visto que dois times do mesmo continente não podiam ocupar a mesma chave, e na posição B3. Já fora anunciado anteriormente que o Brasil lideraria o Grupo A, enquanto que a Espanha encabeçaria o B.

“O erro de Atala, que Valcke não observou inicialmente, levou a mudar a localização duas vezes do Uruguai ao descobrir-se que o ‘verdadeiro’ B3 era Taiti. Se o sorteio tivesse ocorrido pelos canais corretos, o jogo entre Espanha e Taiti no Maracanã poderia ter sido um Espanha-Uruguai”, completa o jornal, ressaltando que a cerimônia reservou uma “pérola: o choque desigual entre a Espanha, campeã europeia e mundial, e a modesta Taiti em um mito do futebol como é o Estádio Maracanã do Rio de Janeiro”.

O Olé, que titula sua nota com a frase “atenção com o sorteio”, ainda faz uma brincadeira ao escrever “atento Don Julio!”, em referência a Julio Grondona, presidente da Associação do Futebol Argentino (AFA). Comandada pelo técnico Alejandro Sabella, a Argentina não está classificada para a Copa das Confederações de 2013 e lidera as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2014.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade