0

Colômbia perde força de "12º jogador" para enfrentar Brasil

Marca das partidas do país na Copa do Mundo, "febre amarela" deve perder força para quartas contra o Brasil com dificuldades colombiana para transporte e compra de ingrsesos

2 jul 2014
07h16
atualizado às 07h30
  • separator
  • comentários

Com o apoio maciço das arquibancadas em todas as partidas até o momento na Copa do Mundo, a Colômbia vai jogar pela primeira vez em um estádio em que não irá se sentir em casa. Nas quartas de final de sexta-feira contra o Brasil, a “febre amarela” vivida nos quatro jogos anteriores deve mudar de lado no Estádio Castelão, em Fortaleza.

<p>Torcedores colombianos deixaram seleção em casa nos quatro jogos da Copa do Mundo até aqui. Contra o Brasil história deve ser diferente </p>
Torcedores colombianos deixaram seleção em casa nos quatro jogos da Copa do Mundo até aqui. Contra o Brasil história deve ser diferente
Foto: Getty Images

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

Estimativas da imprensa colombiana calculam em cerca de 5 mil os torcedores do país com ingressos para o jogo, número muito inferior ao dos brasileiros que serão maioria absoluta em um total superior a 60 mil pessoas. No jogo diante da Costa do Marfim, auge da “febre amarela”, mais de 30 mil colombianos transformaram o Estádio Mané Garrincha em casa da seleção sul-americana.

Nos dias que antecederam aquela partida, Brasília foi tomada por colombianos. O Governo do Distrito Federal estimou em 40 mil o número de torcedores do país na cidade. A três dias das quartas de final, Fortaleza começa a receber os fãs, mas a movimentação nas ruas é muito menor do que vista na capital federal.

Segundo o jornal El Tiempo os colombianos têm esbarrado em alguns problemas para repetir a invasão ocorrida em Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá e Rio de Janeiro. O principal deles a falta de ingressos, o que deixa o mercado negro como última alternativa para assistir ao jogo mais importante da história do país.

Ainda segundo a publicação muitos colombianos já voltaram para casa. Os que tentam chegar a Fortaleza sofrem com a falta de passagens de última hora e hospedagem e se desanimam com a grande distância da cidade a outros centros para encarar a estrada.

Desta forma, dificilmente o Brasil jogará como visitante no Estádio Castelão como ocorreu na 2º rodada da Copa do Mundo, quando mais de 15 mil mexicanos fizeram muito mais barulho do que os fãs locais no empate por 0 a 0.

A delegação da Colômbia foi recepcionada por cerca 200 pessoas na última terça-feira em frente ao hotel onde ficará concentrada para a Copa. Dos torcedores presentes muitos ainda tentavam comprar um ingresso para a partida.

Será o primeiro jogo colombiano no Nordeste. Mesmo com as quartas marcadas para as 17h (de Brasília), a Colômbia antecipou sua chegada à capital cearense para se adaptar ao calor próximo dos 30° C esperado para a partida. O grupo treina de portões fechados nesta quarta-feira na cidade.

Veja os gols em 3D da Copa Veja os gols em 3D da Copa

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade