2 eventos ao vivo

Com gol no fim, Brasil vence Argentina de virada e "salva" Mano

19 set 2012
23h56
atualizado em 20/9/2012 às 00h22
  • separator
Diego Garcia
João Paulo Di Medeiros
Direto de Goiânia

A Seleção Brasileira não jogou bem, tomou um susto no primeiro tempo e até foi vaiada pela torcida presente no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. Mas no final conseguiu vencer a Argentina por 2 a 1, de virada, pelo Superclássico das Américas, nesta quarta-feira. Neymar foi quem diminuiu a pressão sobre o treinador Mano Menezes, com um gol de pênalti convertido aos 48min do segundo tempo. Dessa forma, o Brasil vai ter a vantagem do empate no jogo de volta, que será na casa dos argentinos, em Resistência, no dia 3 de outubro.

Após vitória no sufoco contra África do Sul, o Brasil até goleou a China por 8 a 0, mas o jogo desta quarta mostrou que Mano continua sob pressão como treinador da Seleção. Ele viu a torcida apoiar o público no começo, mas no segundo tempo teve que aguentar vaias, pedidos para que Felipão retorne e até o já tradicional "adeus, Mano". Isso só foi aliviado no fim, já que o gol de Neymar fez o público trocar as vaias pela festa e salvar o técnico de ouvir mais ofensas após o apito final.

Em campo, mais uma vez a Seleção Brasileira enfrentou um adversário que jogou recuado desde os primeiros minutos. A Argentina ficou atrás e esperou o Brasil atacar. Mas o time de Mano Menezes pouco fez no começo, sequer assustou o goleiro Ustari e acabou sofrendo o pior susto: aos 19min, na primeira vez que chegou ao ataque, a Argentina abriu o placar com Martínez, do Corinthians. Ele tabelou com Clemente Rodríguez e chutou forte para balançar a rede.

Porém, isso não mudou o andamento do jogo. O Brasil continuou a ter mais posse de bola e logo conquistou o empate: aos 25min, após cobrança de falta de Neymar, Paulinho cabeceou para o gol. O volante do Corinthians estava impedido, mas a arbitragem nada marcou e os brasileiros festejaram. E apesar de continuarem pressionando, não conseguiram mais chegar perto do gol no primeiro tempo.

O segundo tempo começou tão lento quanto o primeiro, com poucos momentos de destaque. Um deles foi a falta sofrida pela Argentina que quase foi pênalti. Porém, perto da área, Maxi Rodriguez cobrou em cima da barreira. No Brasil o principal lance aconteceu com Lucas, que aplicou um belo drible e fez Martínez dar um carrinho no vácuo aos 10min. Mas na prática o Brasil dependia dessas jogadas individuais para criar alguma jogada.

Mano Menezes fez sua primeira alteração apenas aos 17min, quando colocou Thiago Neves no lugar de Jadson. E logo o meia do Fluminense mostrou trabalho, pois cruzou da esquerda e por pouco o Brasil não aproveitou falha de Ustari. Ainda houve também um gol anulado da equipe nacional, já que Paulinho estava impedido quando chutou para o gol, aos 26min.

O volante do Corinthians, aliás, foi um dos poucos destaques do Brasil nos minutos finais. Aos 38min, ele fez bom cruzamento pela direita, mas Neymar chutou em cima da defesa. O atacante santista fazia má partida até que Leandro Damião foi empurrado por Desábato. O argentino ainda colocou a mão na bola, e o árbitro viu pênalti. Neymar partiu para a cobrança com segurança, decretou a vitória do Brasil e aliviou a pressão sobre Mano.

Ficha técnica

BRASIL 2 x 1 ARGENTINA

Gols
BRASIL:
Paulinho, aos 25min do 1º tempo; e Neymar, aos 48min do 2º tempo

ARGENTINA:
Martínez, aos 19min do 1º tempo

BRASIL: Jefferson; Lucas Marques, Dedé, Rever e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Jadson (Thiago Neves); Lucas (Wellington Nem), Luís Fabiano (Leandro Damião) e Neymar
Treinador: Mano Menezes

ARGENTINA:Ustari; Desábato, Seba Domínguez e Lisandro López (Vergini); Peruzzi, Maxi Rodríguez, Braña, Guiñazu e Clemente Rodríguez; Martínez (Somoza) e Barcos (Funes Mori)
Treinador: Alejandro Sabella

Cartões amarelos
BRASIL: Paulinho e Neymar
ARGENTINA: Desábato

Árbitro
Carlos Arecio Amarilla

Local
Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)



Neymar teve atuação apagada até converter pênalti no minuto final
Neymar teve atuação apagada até converter pênalti no minuto final
Foto: Bruno Santos / Terra

Veja também:

Willian no Arsenal, Rafinha fora do Fla e rodada do Brasileiro são os destaques da Coluna de Vídeo
Fonte: Terra
publicidade