0

Corintianos fazem festa na casa do Chelsea antes de amistoso do Brasil

25 mar 2013
15h57
atualizado às 16h09
  • separator
  • 0
  • comentários

A torcida brasileira em Londres comparece em grande número ao amistoso da Seleção contra a Rússia nesta segunda-feira. Os arredores de Stamford Bridge, palco da partida desta tarde, estão tomados por bandeiras verde e amarelas.

Apesar da temperatura perto de zero grau, um grupo de passistas realizou apresentação ao som de sambas enredos famosos. As mulheres sambando com pouquíssima roupa logo atraíram um grande número de torcedores.

"Virou nosso freguês", disse o corintiano Edson Rodrigues Silva
"Virou nosso freguês", disse o corintiano Edson Rodrigues Silva
Foto: Ulisses Neto / Especial para Terra

Como de costume, a torcida a favor da seleção canarinho chega, em grande parte, uniformizada com as cores de seus times locais. Entretanto, são os corintianos que fazem festa na casa do adversário na final do Mundial de Clubes da Fifa no ano passado.

“Nem vou assistir ao jogo. Só vim aqui cumprir uma missão: tirar uma foto com a camisa do Timão na casa do Chelsea. Já fiz isso e agora posso ir embora”, disse o estudante Pedro Júnior, que mora na Noruega e passa férias na Inglaterra.

Outro corintiano que não perdeu a chance de tripudiar o adversário batido no Japão foi Edson Rodrigues Silva, de Santa Bárbara d’Oeste, no interior de São Paulo. “Virou nosso freguês”, brincou o torcedor. “Vim visitar meu filho, que mora em Londres, e aproveitei para assistir ao jogo do Brasil e não poderia vir aqui sem a camisa do Corinthians”, completou.

A paranaense Mariana Dante chegou a Stamford Bridge ao lado da família e aproveitou para fazer piada com o mural do estádio em que Petr Cech, Frank Lampard, John Terry e Fernando Torres aparecem comemorando uma vitória. “Assisti a final do Mundial em Londres e fui a vários pubs da minha região para comemorar na frente dos torcedores do Chelsea”, lembrou a brasileira.

Os torcedores da Rússia também chegam ao estádio em grande número e mostram confiança no momento vivido pela seleção deles. “Vamos ganhar do Brasil hoje por 1 a 0 e depois no Maracanã na final do ano que vem”, provocou um deles.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade