PUBLICIDADE

Diego Costa recusa Brasil em carta oficial e defenderá Espanha

29 out 2013 14h29
| atualizado em 4/12/2013 às 22h55
ver comentários
Publicidade

O atacante Diego Costa assinou nesta terça-feira uma carta oficial em que recusa a convocação do técnico Luiz Felipe Scolari para os amistosos da Seleção Brasileira contra Honduras e Chile, nos dias 16 e 19 de novembro. O documento foi emitido à Confederação Brasileira de Futebol e deixará o jogador livre para defender a Espanha a partir de agora.

A Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) divulgou comunicado confirmando a decisão do atacante do Atlético de Madrid, nascido na cidade de Lagarto, no Sergipe. A carta é endereçada a Julio César Avelleda, secretário-geral da CBF.

Ouça na íntegra o trote de rádio espanhola em Felipão:

Atual artilheiro do Campeonato Espanhol, Diego Costa protagonizou uma grande polêmica entre as seleções de Brasil e Espanha nas últimas semanas. O apresentador de uma rádio espanhola chegou a passar um trote em Felipão, dizendo-se o presidente do Atlético de Madrid, e o técnico da Seleção admitiu que contava com o jogador para os próximos amistosos.

Após fazer duras críticas à imprensa espanhola, Felipão convocou antecipadamente Diego Costa e mais quatro jogadores para as partidas contra Honduras e Chile. O atacante, que já participou de dois amistosos com o Brasil - entrou no segundo tempo contra Itália e Rússia, em março - sofria pressão para decidir sobre qual seleção defenderia na carreira. Acabou optando pela Espanha, e agora está à disposição do técnico Vicente del Bosque.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade