1 evento ao vivo

Brasil joga na Argentina por quebra de tabus e vaga na Copa

5 set 2009
07h39

A Seleção Brasileira pode desembarcar em Salvador na manhã de domingo classificada para a Copa do Mundo de 2010. Esse é o principal objetivo da equipe de Dunga no clássico deste sábado diante da Argentina, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Gigante de Arroyito, em Rosário, pelas Eliminatórias.

» Assista ao vídeo em que Elano descarta favorito em duelo com Argentina
» Brasil faz treino animado
» Seleção tem segurança reforçada
» Opine: qual será o placar de
Argentina x Brasil em Rosário?

Se vencer o maior rival fora de casa, o que nunca aconteceu na história da competição, a equipe carimba o passaporte para a África do Sul caso o Equador seja derrotado pela Colômbia em Bogotá. A partida acontece quatro horas antes.

"É um clássico mundial que pode ficar gravado na memória dos brasileiros. Nosso objetivo é entrar em campo e selar a classificação. Nada seria igual a isso", afirma Robinho, parceiro de ataque de Luís Fabiano.

Se isso acontecer, as últimas três rodadas contra Chile, Bolívia e Venezuela podem servir para Dunga fazer testes. Ronaldo é um dos nomes em pauta. O corintiano tem as portas abertas na Seleção e não escondea vontade de estar em mais um Mundial.

O confronto com os brasileiros está sendo encarado como o "jogo do ano" pelos argentinos, que criaram um clima de guerra para tentar intimidar o adversário. O técnico Maradona e a dupla de ataque Messi e Tevez foram os primeiros a provocar.

Uma vitória da Seleção poderia acabar com uma série de tabus. A começar pela invencibilidade de 34 partidas da Argentina atuando diante de sua torcida pelas Eliminatórias. A última derrota foi em 1993: 5 a 0 para a Colômbia, no Monumental de Nuñez, a casa do River Plate.

Além disso, o Brasil não vence o maior rival fora de casa em partidas oficiais há 33 anos. Nesse período, foram três derrotas e um empate sem gols na popular "Batalha de Rosário", pela Copa do Mundo de 1978.

Dunga pode conquistar ainda a impressionante marca de dez vitórias consecutivas na temporada. Depois do empate com o Equador em março, a equipe venceu Peru, Uruguai, Paraguai, Egito, Estados Unidos duasvezes, Itália, África do Sul e Estônia.

O técnico escalará a base da Seleção campeã da Copa das Confederações, em junho. Luisão será mantido na zaga, já que Juan não está 100% fisicamente. E no meio campo, Elano recuperou o lugar de Ramires.

Já Maradona aposta em um trio de ex-corintianos: o zagueiro Sebá Domínguez,o volante Mascherano e o atacante Tevez. O treinador conta ainda com o brilho de Messi e a experiência de Verón e Zanetti para superar o maior rival e seguir em busca da Copa do Mundo.

Brasil x Argentina

Data: 05/09/2009
Horário: 21h30
Estádio: Gigante de Arroyito, em Rosário
Árbitro: Oscar Ruiz (Colômbia)
Auxiliares: Abraham González e Humberto Clavijo (ambos da Colômbia)

Argentina: Andújar, Zanetti, Sebástian Dominguez, Otamendi e Heinze; Mascherano, Verón, Maxi Rodriguez e Dátolo; Messi e Tevez. Técnico: Maradona

Brasil: Júlio César; Maicon, Lúcio, Luisão e André Santos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano e Kaká; Robinho e Luís Fabiano. Técnico: Dunga


Seleção comandada por Dunga enfrenta desafio na Argentina
Seleção comandada por Dunga enfrenta desafio na Argentina
Foto: AFP
Fonte: Terra
publicidade