0

Em alta na Seleção, Dunga brinca com "fama de ditador"

6 set 2009
15h10
atualizado às 20h52

O técnico da Seleção Brasileira, Dunga, brincou com a sua fama de ditador durante entrevista neste domingo em Salvador, cidade onde o Brasil enfrentará o Chile, nesta quarta-feira, pelas Eliminatórias da Europa.

» Veja as fotos de Dunga
» Veja fotos de Argentina x Brasil
» Veja fotos da torcida em Rosário
» Dunga elogia jogo bonito do Chile
» Sei que preciso jogar mais, diz Robinho
» Brasil faz 3 na Argentina e vai ao Mundial
» Confira a classificação atualizada
» Veja tabela e resultados da 15ª rodada
» Comente a vitória brasileira em Rosário

"É fácil jogar pedra nos outros, mas nós protegemos quem está com nós. Vamos fazer o bem sempre para a Seleção. Tem pessoas que no início disseram que eu era ditador, mas quando estourar a bomba, vai estourar na mão de quem? Quando os resultados derem errado não vão perguntar para o guarda, vão perguntar para o treinador", disse.

Na última semana, Dunga reclamou do "circo" formado na Granja Comary nos dias de preparação para o jogo contra a Argentina. Fora isso, durante seus três anos na Seleção o treinador ficou conhecido por dificultar entrevistas exclusivas dos jogadores.

"No último período em Teresópolis, quando falei do circo, tinha gente querendo tirar fotografia para o álbum de figurinha, tinha gente que queria coletiva, tinha gente que queria beijar a princesa, tinha gente que tirou criança da escola para fazer protesto, tinha o castor que queria andar, o papagaio que queria entrar", disse o técnico.

"Aí o ruim é o Dunga que tem que dizer não, mas se todo mundo falou que Weggis foi isso e foi aquilo, então agora não tem nada para ninguém. O torcedor tem que saber se quer que continuemos nesse caminho ou não. Se voltamos ao passado ou se delimite", completou, lembrando da preparação para a Copa de 2006.

Antes da entrevista, contrariando a fama de ditador, Dunga ganhou um desenho de uma menina e disse ter ficado emocionado. O treinador está em alta depois da vitória por 3 a 1 sobre a Argentina e a classificação para a Copa.

Na primeira entrevista em Salvador, Dunga desabafa
Fonte: Terra
publicidade