0

Jornal paraguaio ataca Maradona com ironias sobre drogas

7 set 2009
17h16
atualizado às 17h34

Com o título "Diego, não aspire" e permanentes referências às drogas, o jornal Cronica , do Paraguai, ataca o técnico da seleção argentina, Diego Maradona, a dois dias do partida válida pelas Eliminatórias, em Assunção.

» Destaque contra Argentina, Luisão se considera reserva
» Novo capitão, Gilberto Silva tira críticas "de letra"
» Titular, objetivo de André Santos é estar entre os convocados
» Na contagem regressiva, Daniel Alves se previne contra lesões

"A única coisa que falta é dar a mercadoria para os curepas (insulto paraguaio aos argentinos) e o especialista em 'injeções' é nosso: Salvador Cabañas (atacante do América-MEX)", diz a nota em clara referência aos antigos problemas de Maradona com as drogas.

O que mais se destaca no texto, sem dúvida alguma, é o trato depreciativo aos argentinos, chamando-os de "curepas", expressão que significa ¿couro de porco¿ e que se tornou insulto dos paraguaios aos argentinos desde a Guerra do Chaco, na década de 30. Além disso, nossos maiores rivais no futebol são chamados de trapaceiros.

"Curepa, se em algum momento pensou que não vamos te sacudir como fizeram os brasileiros está enganado. Se pensava em ganhar, Maradona, não aspire", conclui a nota com ironia sobre o passado do treinador argentino e seu passado.

Maradona consola Messi após derrota para o Brasil
Maradona consola Messi após derrota para o Brasil
Foto: Telam
Fonte: Redação Terra
publicidade