0

Novo capitão, Gilberto Silva tira críticas "de letra"

7 set 2009
13h57
atualizado às 16h43

O volante Gilberto Silva herdou a faixa de capitão do zagueiro Lúcio, que levou o segundo cartão amarelo e desfalcará a Seleção Brasileira na partida contra o Chile, nesta quarta-feira, em Salvador. O novo capitão afirmou que foi preciso superar muitas críticas para chegar a esse momento na Seleção.

» Robinho é liberado da Seleção
» Com Seleção classificada, Daniel Alves tomará cuidado com lesões
» Palmeirenses preparam recepção para Valdívia em Salvador
» Titular, objetivo de André Santos é estar entre os convocados

"Quando o Lúcio não joga assumo essa condição. E fico super feliz. Melhor seria se todos estivessem à disposição, mas estou tranquilo, pronto para ser vir à Seleção e quero dar minha contribuição", afirmou.

O volante do Panathinaikos, da Grécia, afirmou ainda que superou diversas críticas sobre seu trabalho. "Às vezes tem que levar para o lado positivo, procurar aprender. O que me servia aproveitei e o que não servia joguei fora. Em relação ao que já enfrentei, como profissional, críticas são pequenas coisas. Tirei de letra e as pessoas que sempre estão do meu lado, dos amigos isso tem sido importante para meu crescimento".

Gilberto Silva afirmou que seu ano com a camisa verde e amarela tem sido "excelente" e lembrou das conquista da Seleção, como a Copa das Confederações e a garantia da vaga na Copa do Mundo com três rodadas de antecedência.

"Tem sido um ano excelente. Principalmente no início do trabalho com Dunga, houve um período que estava tendo um ajuste pelo novo treinador, mas foram se ajeitando e a Seleção hoje encontrou uma forma onde tudo mundo se doa", disse.

Fonte: Terra
publicidade