0

Seleção ideal de Dunga tem teste de fogo contra Uruguai

6 jun 2009
08h04
atualizado às 14h58

Dunga parece ter encontrados os 11 jogadores que vão tentar faturar o hexacampeonato mundial na África do Sul, na Copa do Mundo do ano que vem. Essa Seleção Brasileira tem um teste de fogo às 16h deste sábado, contra o Uruguai, no Estádio Centenário, em Montevidéu, pelas Eliminatórias.

» Veja fotos do clima em Montevidéu
» Veja fotos do treino da Seleção
» Gilberto Silva é "herói" em rachão
» Fã de Kaká, goleiro vira tiete
» Titular, Daniel Alves minimiza cansaço

Nos treinos da equipe em Teresópolis, durante a semana, o treinador deixou claro que aos poucos vai modulando e definindo o seu time ideal. Apenas Maicon, com dores na coxa, está fora de combate e será substituído por Daniel Alves, outro homem de confiança de Dunga.

Do meio para frente, as coisas parecem mais claras sem Ronaldinho. O comandante brasileiro não tem mais a pressão de escalar o craque do Milan e, com isso, aposta no funcional Elano, um dos destaques da Seleção na era Dunga.

Kaká, Robinho e Luís Fabiano são as maiores esperanças de gol deste time, que terá um rival perigoso e embalado pelos bom momento do artilheiro Diego Forlán, chuteira de ouro do futebol europeu na temporada.

O Brasil nunca teve vida fácil no Uruguai. Em 24 partidas, venceu apenas três. O último triunfo aconteceu há 33 anos, quando a Seleção liderada por Zico bateu os rivais por 2 a 1, pela Taça Atlântico.

De lá para cá foram sete jogos, com quatro vitórias uruguaias e outros três empates. Além de Forlán e do retrospecto negativo, os brasileiros terão como adversário o péssimo gramado do Estádio Centenário e a pressão da torcida, que esgotou os 52 mil ingressos disponíveis na quarta-feira.

O duelo com o Uruguai será o primeiro de uma série de três partidas complicadas para a Seleção nas Eliminatórias. Na próxima quarta, o Brasil, que soma 21 pontos (o Uruguai tem 17), enfrenta o líder Paraguai, que tem 24. Depois, no dia 6 de setembro, tem o grande clássico com a Argentina, em Buenos Aires.

Pelas contas da comissão técnica da Seleção, duas vitórias, contra Uruguai e Paraguai, praticamente garantem o País no Mundial com quatro rodadas de antecedência. É o que quer Dunga. Tempo e tranqüilidade para terminar de montar sua Seleção ideal.

Uruguai: Viera, Maximiliano Pereira, Valdez, Godin e Cáceres; Martínez, Pérez, Eguren e Alvaro Pereira; Suárez e Forlán. Técnico: Oscar Tabárez

Brasil: Júlio César, Daniel Alves, Juan, Lúcio e Kléber; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano e Kaká; Robinho e Luís Fabiano. Técnico: Dunga

Data: 06/06/2009
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Estádio Centenário, em Montevidéu
Arbitragem: Saúl Laverni, auxiliado por Gustavo Esquiel e Ariel Bustos, todos da Argentina

Dunga tenta dar mais embalo para a equipe do Brasil nas Eliminatórias
Dunga tenta dar mais embalo para a equipe do Brasil nas Eliminatórias
Foto: Reinaldo Marques / Terra
Fonte: Terra
publicidade