0

Fifa anuncia mais de um milhão de ingressos pedidos para Copa em sete horas

20 ago 2013
17h10

Um pouco mais de um milhão de entradas para as partidas da Copa do Mundo que o Brasil organizará em 2014 foram reservadas por 163 mil torcedores nas primeiras sete horas de vendas, informou nesta terça-feira a Fifa.

As entradas para as 64 partidas do Mundial começaram a ser vendidas nesta terça-feira no site da Fifa, a preços que variam entre R$ 60 e R$ 1.980 para os residentes no Brasil.

Nesta primeira fase de vendas, os torcedores podem reservar uma terceira parte das 3 milhões de entradas que serão oferecidas ao público e, caso a demanda supere os bilhetes disponíveis, um sorteio no dia 10 de outubro definirá os que podem fazer a compra e o respectivo pagamento.

Segundo um comunicado divulgado nesta terça pela Fifa, nas sete primeiras horas de venda foram reservadas 167 mil entradas para a partida de abertura do Mundial, que será disputada em 12 de junho de 2014 na Arena de São Paulo, e outras 165 mil para a final, que acontecerá na Maracanã em 13 de julho. Essas foram as duas partidas com maior demanda.

Por países, a maior demanda no primeiro dia de vendas proveio do Brasil, Argentina, Estados Unidos, Chile e Inglaterra, nessa ordem.

Os torcedores terão prazo até 10 de outubro para solicitar as entradas nesta primeira fase de vendas, na qual cada solicitante pode reservar até quatro entradas por partida para um máximo de sete partidas.

Apesar da capacidade nos 12 estádios para as 64 partidas ser maior do que 3,7 milhões de lugares, a Fifa oferecerá ao público 80,4% dessa capacidade (2.989.608 entradas).

A entrada mais baratas para estrangeiros (US$ 90) é para partidos da fase de grupos, com exceção da partida de abertura, e a mais cara (US$ 990) é para o camarote mais exclusivo do estádio Maracanã na final.

A Fifa, tal como se comprometeu com o Governo brasileiro, oferecerá para os anfitriões entradas com descontos especiais para estudantes, deficientes, idosos, beneficiados dos programas de combate à pobreza do Governo e operários que construíram os estádios.

Do total das entradas, cerca de 500 mil serão oferecidas aos brasileiros com direito a desconto.

A primeira fase de vendas termina em 10 de outubro, ou seja três meses antes do sorteio de 6 de dezembro em que serão definidos os grupos e as respectivas sedes de cada seleção classificada.

As vendas serão reabertas entre 5 e 28 de novembro, mas na segunda fase as entradas serão outorgadas aos primeiros que reservarem na internet.

Em uma terceira fase, entre 8 de dezembro e 30 de janeiro, ou seja quando os torcedores já conhecerão as seleções classificadas e os respectivos grupos e as cidades em que disputarão suas partidas, as entradas serão oferecidas novamente no site da Fifa por ordem de encomenda.

Na última fase, a partir de 15 de abril, as entradas restantes serão oferecidas tanto na internet como nas bilheterias dos respectivos estádios.

EFE   
publicidade