0

Governo lança edital para privatização do Maracanã na segunda-feira

18 out 2012
11h59
atualizado às 16h23
PAULA BIANCHI
DIRETO DO RIO DE JANEIRO

O edital para a privatização do Maracanã será lançado nesta segunda-feira, anunciou nesta quinta o governador do Rio Sérgio Cabral. Segundo ele, que participou da solenidade de lançamento da pedra fundamental do hotel que irá receber a imprensa no Riocentro durante a Copa, o Estado espera ter o nome do vencedor da concessão junto com a entrega do estádio, em fevereiro de 2013.

» Qual estádio em construção ou reforma será o mais bonito? Vote
» Tatu, gaucho e cachorrinho; veja evolução dos mascotes das Copas

"O ideal é que seja concomitante com o fim das obras, mais tardar no início de 2013", afirmou o governador. "Sugiro que várias empresas participem porque o Maracanã é um equipamento que, sobretudo nas mãos da iniciativa privada, pode dar alta rentabilidade. Menos pelo ingresso cobrado e mais pelos serviços que pode oferecer. É assim em todo o mundo."

Cabral disse ainda que a gestão do estádio pela empresa vencedora deve começar após a Copa das Confederações, em 2013. Ao todo as obras do Maracanã devem custar R$ 859 milhões. O edital não é definitivo, porque ainda será submetido à consulta pública. "O edital pode ser alterado, mas tudo dentro dos prazos, porque não podemos brincar com prazos."

O governador disse que a empresa vencedora precisará pagar outorga para garantir a concessão do Maracanã. Ele não divulgou, no entanto, o valor que precisará ser pago nem se o montante cobrirá os custos da reforma.

Com informações da Agência Brasil

Obras de reforma do Maracanã estão em estágio avançado
Obras de reforma do Maracanã estão em estágio avançado
Foto: Consórcio Maracanã / Divulgação
Fonte: Especial para Terra
publicidade