1 evento ao vivo

Retrospectiva

Ivete e Shakira brilham em cerimônia marcada por provocações

Matthias Hangst / Getty Images
13 jul 2014
14h54
atualizado em 4/12/2014 às 11h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Marcada para cerca de duas horas antes da partida entre Alemanha e Argentina, a cerimônia de encerramento da Copa do Mundo parece ter pego os torcedores de surpresa. No início do evento, o que se via eram buracos grandes nas arquibancadas do Estádio do Maracanã, palco da decisão deste domingo. 

No evento com diversos cantores, quem mais chamou a atenção foram as cantoras Shakira e Ivete Sangalo. A festa começou com muito samba. Trinta e dois casais de mestre-sala e porta-bandeira entraram em campo representando cada uma das seleções participantes do Mundial. Nos quatro cantos do gramado, integrantes da bateria de escola de samba Grande Rio davam o tom da música. 

Dois atletas do futebol freestyle então apareceram no campo, representando as seleções argentina e alemã. Ao lado de uma das porta-bandeiras, os dois mostraram habilidades com a bola nos pés dentro do palco, que representava o círculo da bandeira brasileira. Depois de um pouco de bola em campo, foi a vez dos músicos roubarem o espetáculo.

Primeiro entrou Carlinhos Brown e a cantora Shakira. Mulher do zagueiro Piqué, ela cantou a música Dare (La La La), uma das canções feitas para a Copa do Mundo. Com um vestido vermelho colado, ela mostrou sensualidade ao rebolar ao lado do músico brasileiro. Carlinhos Brown ficou no palco após o fim da música para recepcionar o cantor Alexandre Pires, o rapper Wyclef Jean e o guitarrista Santana. 

Os três cantaram a música Dar um Jeito, outra canção feita especialmente para o Mundial no Brasil. Alexandre Pires ainda emendou na famosa canção que marca o palco da decisão: Domingo, eu vou ao Maracanã. Foi a deixa para a brasileira Ivete Sangalo entrar ao lado do mascote Fuleco, que andou meio sumido durante esta Copa do Mundo. 

<p>Torcedores brasileiros e argentinos trocaram provocações com músicas no final da cerimônia no Maracanã</p>
Torcedores brasileiros e argentinos trocaram provocações com músicas no final da cerimônia no Maracanã
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

A cantora interpretou um dos seus grandes sucessos na carreira, que marcou a conquista do pentacampeonato da Seleção Brasileira, em 2002: Sorte Grande. Os torcedores acompanharam o hit na arquibancada e vibraram quando ela cantou também Aquarela do Brasil. Após o fim das músicas e a saída dos cantores do palco foi a vez da provocação tomar conta da festa. 

Com as arquibancadas mais cheias, brasileiros e argentinos começaram a duelar com canções provocativas aos rivais. Primeiro os brasileiros cantaram "Mil gols, mil gols, só Pelé, só Pelé, Maradona cheirador". Na sequência, os argentinos responderam com a canção Decime que se siente, criada para este Mundial relembrando a eliminação da Seleção para os hermanos na Copa do Mundo de 1990 e exaltando o craque Lionel Messi

A torcida brasileira, em peso, já mostrou que sua predileção nesta decisão é pelos alemães. Mesmo com a derrota vexatória dos comandados de Luiz Felipe Scolari por 7 a 1 na semifinal, é possível ver no Maracanã diverssos torcedores brasileiros com a camisa da seleção europeia.

 

Veja também:

Pazuello anuncia mais 80 respiradores e habilitação da UPA Brasília
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade