0

Kassab diz que Morumbi ainda é 1ª opção de São Paulo para 2014

6 jul 2010
12h18
atualizado às 14h44
Allen Chahad
Celso Paiva
Direto de Johannesburgo

O prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, que chegou nesta terça-feira à África do Sul, disse em entrevista no hotel em que está hospedado que o Estádio do Morumbi ainda é a primeira opção de São Paulo para a Copa do Mundo de 2014. Segundo ele, ainda será feito um "apelo", apesar de a Fifa e o Comitê Organizador presidido por Ricardo Teixeira já terem divulgado em nota oficial o descarte do estádio.

Kassab admitiu ainda que a possibilidade de o jogo de abertura não acontecer na capital paulista é considerável. Sobre a possível construção de uma arena em Pirituba, disse que o projeto ainda precisa de um investidor.

"Nós ainda não descartamos o Morumbi. Ele ainda é nossa primeira opção. O governador Alberto Goldman, que é o coordenador do Comitê Paulista, disse que fará uma reunião com a Fifa e com o Ricardo Teixeira. Não posso desistir se o meu coordenador diz que ainda terá esta conversa final. Ele fará o último apelo. Ainda acreditamos nessa possibilidade", disse Kassab.

O descarte do Morumbi foi anunciado em nota oficial, redigida em conjunto pelo Comitê Organizador de 2014 e pela Fifa, no dia 16 de julho. O texto dizia que "não foram entregues (...) as garantias financeiras referentes ao projeto" e que "sendo assim, fica excluído do projeto da Copa do Mundo de 2014 o estádio". As entidades diziam ainda "estão à disposição da cidade de São Paulo para futuras discussões".

O prefeito admitiu que existe uma possibilidade real de o jogo de abertura não acontecer em São Paulo. "Estamos batalhando muito com essa hipótese ainda, até porque não posso descartar a abertura que seria injusto com o povo de São Paulo. Mas temos que saber que existem outras opções. O povo brasileiro pode ficar tranquilo que se a cidade não receber a abertura, existem outros locais como o Maracanã, por exemplo. Aqui na África do Sul foi assim. O mesmo lugar da abertura será do encerramento".

Segundo Kassab, se o Morumbi for mesmo descartado, o projeto de Pirituba é uma possibilidade, mas bem mais complicada do que viabilizar a reforma no Morumbi. "O projeto de Pirituba prevê a construção de um grande complexo, que não tem relação com o estádio. A previsão era de uma arena multiuso, com shopping center e um complexo gastronômico. Se a empresa licenciada para fazer o projeto decidir que é viável a criação de um estádio, é possível e daremos todo apoio. Mas ainda não se sabe. Teria que aumentar a capacidade do local de 50 mil lugares para no mínimo 65 mil lugares".

De acordo com o prefeito de São Paulo, nenhum recurso público será investido neste projeto de Pirituba. "O licenciamento da obra prevê conclusão para 2020. É possível acelerar este projeto, mas dependerá de que tipo de investimento a empresa licenciada adotará. O local fica em uma área bem localizada, com uma linha de trem da CPTM e próximo ao encontro do Rodoanel com a Rodovia dos Bandeirantes".

De férias, o prefeito de São Paulo visita à África do Sul para conhecer a estrutura montada no país para receber a Copa do Mundo e para o lançamento oficial do logotipo da Copa de 2014, na próxima quinta-feira, com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Kassab disse que se encontrará com o presidente do Comitê Organizador do Mundial de 2014, Ricardo Teixeira, e com o presidente da Fifa, Joseph Blatter. "Farei apenas um encontro informal para tomar um café. Até porque não tem cabimento eu vir à África e não encontrar o Ricardo. Mas não tratarei do projeto de São Paulo, até porque eles estão atribulados com outras coisas".

Copa 2010 no celular

Notícias, fotos, classificação, tabelas, artilheiros, estatísticas e curiosidades também estão no celular.
Acompanhe o minuto a minuto de todos os jogos do Mundial e escolha os melhores em campo.
Acesse: m.terra.com.br/copa
Baixe o aplicativo: m.terra.com.br/appcopa

Kassab, que na foto de arquivo faz vistoria em São Paulo, chegou nesta terça-feira à África do Sul
Kassab, que na foto de arquivo faz vistoria em São Paulo, chegou nesta terça-feira à África do Sul
Foto: Divulgação
Fonte: Terra
publicidade