0

Lugano diz que força da camisa levará Uruguai à Copa de 2014

19 mar 2013
20h13

O zagueiro Diego Lugano, capitão da seleção uruguaia, garantiu nesta terça-feira que os maus resultados recentes não serão problema e que a equipe dirigida pelo técnico Óscar Tabárez estará na Copa do Mundo de 2014, que será disputada no Brasil.

Nas últimas três partidas pelas Eliminatórias, a 'Celeste' obteve um empate e foi derrotada três vezes, o que a manteve na quinta posição, fora da zona de classificação direta, com 12 pontos.

"Haverá pressão e mais pressão. Restam sete finais e temos que conquistar pontos em casa e fora. Estou convencido, o Uruguai estará no mundial, porque conta com estrategistas, jogadores e sobretudo mística. Não sei como, esperemos que com tranquilidade, mas seja assim ou não o Uruguai se classificará", prometeu o defensor.

Na próxima sexta-feira, a seleção uruguaia enfrentará o Paraguai, lanterna das Eliminatórias, em Montevidéu. Apesar da vantagem de jogarem em casa e da condição do adversário na tabela, Lugano acredita que ele e seus companheiros não terão vida fácil.

"O Paraguai jogará a vida, como faria qualquer equipe. O jogo será duro e equilibrado, como todos contra eles", resumiu o zagueiro.

Lugano admitiu que em um primeiro momento consideraria a conquista de quatro pontos contra os paraguaios e o Chile, fora de casa, na próxima segunda-feira, seria satisfatório em um primeiro momento. No entanto, segundo ele, o panorama mudou depois dos resultados recentes.

"Hoje não podemos pensar nisso. É preciso focar no Paraguai, em ficarmos com os três pontos, que nos dariam grande tranquilidade e confiança, para depois viajar para o Chile na busca de dar um golpe importante. Mas hoje é fundamental para nós retomar o caminho dos triunfos diante do Paraguai", analisou.

Sobre o momento pessoal, o jogador de 32 anos se disse feliz no Málaga, ao qual foi emprestado pelo Paris Saint-Germain, em que não vinha sendo aproveitado pelo técnico Carlo Ancelotti.

"Estou muito bem no Málaga. Consegui meu objetivo de ter continuidade para não perder ritmo e chegar nas melhores condições à seleção. Hoje estou em um bom nível e muito tranquilo, já que chego em forma para esta partida", finalizou.

EFE   
publicidade