1 evento ao vivo

Metrô de Salvador entra em operação um dia antes da Copa

Nos dias de jogos, o acesso ao metrô será liberado apenas a passageiros de ônibus e vans credenciados para transportar torcedores com ingressos

5 jun 2014
15h44
atualizado às 19h41
  • separator
  • comentários

Após 14 anos de idas e vindas sem praticamente sair do lugar, a Linha 1 do metrô de Salvador, com 7,3 km de extensão, deve entrar nos trilhos a partir do próximo dia 11, véspera da Copa do Mundo. A garantia foi dada pelo governador da Bahia, Jaques Wagner, na manhã desta quinta-feira, quando uma comitiva liderada por ele visitou as estações Acesso Norte e Campo da Pólvora, que servirão como pontos de embarque e desembarque para transportar torcedores aos jogos do mundial de futebol na capital baiana. Funcionários ainda trabalham nos ajustes dos terminais e do sistema elétrico.

Linha 1 do metrô de Salvador começará a funcionar no dia 11 de junho, véspera do início da Copa
Linha 1 do metrô de Salvador começará a funcionar no dia 11 de junho, véspera do início da Copa
Foto: Elói Correa/GOVBA / Divulgação

A presidente Dilma Rousseff irá a Salvador na próxima quarta-feira para dar início à operação assistida do sistema metroviário, sem cobrança de tarifa ao usuário durante 90 dias. Segundo Harald Peter, presidente da CCR Metrô Bahia, concessionária que administra o metrô, nos dias de jogos foi montado um esquema especial de funcionamento. A operação começará cinco horas antes das partidas.

O governador Jaques Wagner reconhece os atrasos, mas espera que a população de Salvador sinta “orgulho” do modal de transporte. “O poder público tinha essa dívida há mais de 14 anos. Assinamos contrato em maio do ano passado e um ano depois já estamos botando em operação. Até 2017, a gente completa todo o sistema com a Linha 2, que vai até o aeroporto”, projeta. A construção do metrô era de responsabilidade da prefeitura de Salvador, mas o Executivo municipal entregou o sistema ao governo da Bahia em 2013.

Nos três primeiros meses, o metrô vai funcionar com capacidade de passageiros limitada, de segunda a sexta-feira, sem cobrança de tarifa. A partir de 15 de setembro, será iniciada a operação comercial, com cobrança de tarifas – R$ 3,10 (apenas metrô), R$ 3,90 (integração com ônibus). Cada trem é composto por quatro vagões e tem capacidade para transportar mil passageiros, numa velocidade média de 80 km/h, com intervalo de dez minutos nas estações.

Governador da Bahia, Jaques Wagner, acompanha vistoria no metrô
Governador da Bahia, Jaques Wagner, acompanha vistoria no metrô
Foto: Elói Correa/GOVBA / Divulgação

A Linha 1 tem cinco estações (Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Acesso Norte e Retiro). A do Retiro deve ter embarque e desembarque normalizados até o final de junho. “Nem todas as viagens serão feitas em todo esse trajeto. É seguro desembarcar no Retiro, mas faltam detalhes de acabamento que devem ser concluídos em junho”, prevê Harald Peter, presidente da CCR Metrô Bahia. Em janeiro de 2015, a expectativa é que outras duas estações (Bom Juá e Pirajá) também entrem em operação.

No total, serão investidos R$ 3,6 bilhões para a construção do sistema metroviário, sendo R$ 1,4 bilhão da CCR Bahia Metrô, R$ 1,2 bilhão do governo federal e R$ 1 bilhão do governo estadual.

Jogos da Copa
Nos dias de jogos da Copa, o acesso ao metrô será liberado apenas a passageiros de ônibus e vans credenciados para transportar torcedores com ingressos.

 

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade