0

México anuncia Miguel Herrera como novo treinador para disputar repescagem

18 out 2013
17h11
atualizado às 17h27

Miguel Herrera, que conquistou o último Campeonato Mexicano com o América, foi anunciado nesta sexta-feira como novo treinador da seleção do México, afundada em uma das maiores crises de sua história.

"Consegui o apoio incondicional de todas as equipes para que o senhor Herrera nos classifique (para a Copa do Mundo). Essa é a meta", informou hoje o presidente da Federação Mexicana de Futebol, Justino Compeán.

A seleção do México terminou em quarto lugar no hexagonal final da Concacaf e agora buscará uma vaga para a Copa de 2014 em uma repescagem contra a Nova Zelândia nos dias 13 e 20 de novembro.

Em entrevista coletiva, Compeán deixou claro que a contratação de Herrera, que substitui Víctor Manuel Vucetich, vale apenas para esses dois jogos, após o que os dirigentes farão uma análise para ratificá-lo ou substituí-lo.

O novo treinador chegará à seleção com todos os jogadores do América que considerar conveniente e, segundo a Federação Nacional, uma vez terminada a repescagem, voltará com eles ao clube.

"Não é a situação ideal, ninguém gosta de ficar mudando de técnicos. Quando contratamos José Manuel de la Torre, fizemos isso com a intenção de mantê-lo o ciclo completo, mas os resultados não vierem", disse Compeán, ao referir-se ao desfile de treinadores na seleção mexicana - quatro em seis semanas.

"Chegamos ao fundo do poço, mas confio que estaremos na Copa", concluiu Compeán, que esteve acompanhado de vários dos donos de equipes da Primeira Divisão do futebol mexicano, cuja assembleia toma as decisões em relação à seleção.

Com Herrera serão quatro os treinadores que se sentaram no banco mexicano durante as eliminatórias, após as passagens de José Manuel de la Torre, Luis Fernando Tena e Vucetich.

EFE   
publicidade