0

Pesquisadores alemães apostam em final entre Espanha e Alemanha na Copa

6 jun 2014
14h29
atualizado às 16h05

Espanha e Alemanha são as duas equipes com mais probabilidades de chegar à final da Copa do Mundo do Brasil, segundo um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Livre de Berlim, Universidade de Gotinga e o Instituto Alemão de Pesquisa Econômica.

Segundo explicou em comunicado a Universidade Livre de Berlim, os pesquisadores deram um valor a cada seleção, somando o valor de mercado de cada um de seus jogadores e depois preencheram uma tabela com os enfrentamentos de cada equipe com seus possíveis oponentes nos diferentes grupos e distintas fases.

Após estes cruzamentos, as equipes com mais probabilidades de chegar à final são Espanha, com o valor de mercado mais elevado do Mundial, 631 milhões de euros, e Alemanha, com 562 milhões.

Este sistema mostra que do Grupo A passarão à fase seguinte Brasil (468 milhões) e Croácia (193 milhões); do grupo B, Espanha e Holanda (208 milhões); do grupo C, Colômbia (190 milhões) e Costa do Marfim (122 milhões); do grupo D, Inglaterra (344 milhões) e Itália (323 milhões).

Do grupo E chegarão às oitavas de final França (412 milhões) e Suíça (178 milhões); do grupo F, Argentina (392 milhões) e Bósnia-Herzegovina (114 milhões); do grupo G, Alemanha e Portugal (297 milhões); e do grupo H, Bélgica (349 milhões) e Rússia (184 milhões).

O estudo segue com o enfrentamento entre as diferentes seleções nas fases eliminatórias e situa como favoritos Espanha, Brasil, França, Argentina e Alemanha.

Segundo esta análise baseada no preço de mercado dos jogadores e na qual sempre passa à fase seguinte a seleção de mais valor, a França não chegaria às semifinais ao cair perante Alemanha nas quartas.

Nas semifinais se enfrentariam Brasil e Alemanha, e Espanha e Argentina.

Trata-se de um método simples baseado no mercado internacional de jogadores, no qual o rendimento dos esportistas é avaliado de forma constante por parte de agentes, diretores de clubes, treinadores e especialistas, explica o centro universitário.

Estas estimativas se traduzem em um preço de transferência que teoricamente reflete o valor das prestações do jogador.

"Da mesma forma que o valor no mercado de um jogador é um reflexo de seu rendimento esportivo, também é possível analisar o rendimento de toda uma equipe através de seu valor de mercado", ressalta o professor Gert G. Wagner.

Segundo assegura a Universidade Livre de Berlim, os pesquisadores alcançaram já acertar com adiantamento a equipe vencedora das quatro importantes campeonatos de futebol.

De fato, aponta Wagner, este método deu bons resultados em todas as grandes competições desde o Mundial de 2006 e funcionou na fase classificatória do Mundial do Brasil.

EFE   
publicidade