10 eventos ao vivo

Prefeitura de Fortaleza entrega primeira parte das obras de mobilidade urbana

15 jun 2013
10h28
atualizado às 10h37
  • separator
  • 0
  • comentários

O torcedor que for acompanhar aos jogos da Copa das Confederações em Fortaleza irá se deparar com dois cenários distintos: o de um estádio “padrão Fifa” pronto e de uma cidade em meio a um verdadeiro canteiro de obras. Em se tratando das obras de mobilidade urbana, neste sábado (15), a gestão municipal entrega a primeira parte da Avenida Alberto Craveiro, uma das quatro principais vias de acesso a praça esportiva.

<p>Parte da Avenida Alberto Craveiro foi entregue; canteiro central dará lugar a ciclovia</p>
Parte da Avenida Alberto Craveiro foi entregue; canteiro central dará lugar a ciclovia
Foto: Íkara Rodrigues / Especial para Terra

Confira todos os vídeos da Copa das Confederações

O trecho, que está sendo entregue para a Copa das Confederações, compreende cerca de 3 km da avenida e foi alargado de duas para oito vias (quatro em cada sentido). Mesmo diante das afirmações da prefeitura de que essa obra ficaria pronta para o evento, o canteiro central (onde ainda deverá ser construída uma ciclovia), o acabamento das calçadas e a conclusão da ampliação de uma ponte que passa pela avenida só deverão ficar prontos após o evento teste para o Mundial do ano que vem.

Para amenizar os transtornos nos dias de jogos, a Câmara de Vereadores de Fortaleza decretou feriados nos dias 19 e 27 (dias úteis) de junho, quando serão realizados dois dos três jogos da Copa das Confederações na capital cearense.

Transtornos

Com os órgãos públicos correndo contra o tempo para organizar os últimos detalhes para a Copa das Confederações, na tarde desta sexta-feira (14), foram os fortalezenses que acabaram sofrendo as consequências. Um grande congestionamento foi registrado nas proximidades da Arena Castelão por conta de intervenções – reparo na malha viária.

“Peguei um engarrafamento (às 15h) digno de horário de pico. Quando fomos ver, estavam pavimentando próximo a um viaduto que dá acesso ao aeroporto”, reclamou a empresária Paloma Lacerda.

Já a administradora Joseana Nobre, que acabou tendo que desviar a sua rota para chegar ao trabalho, lamentou a falta de informação para os cidadãos. “O trânsito em Fortaleza está uma loucura. Temos engarrafamento por toda parte”, disse.

De acordo com a prefeitura, algumas das intervenções estavam sendo realizadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT). Já na Alberto Craveiro, alguns bloqueios temporários foram necessários - mas, segundo a gestão municipal, “não chegaram a prejudicar o fluxo já que os veículos seguiram por desvios já instalados”.

&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://esportes.terra.com.br/infograficos/monte-selecao-copa-confederacoes/iframe.htm&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://esportes.terra.com.br/infograficos/monte-selecao-copa-confederacoes/iframe.htm&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;

Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade