0

Técnico da Nigéria critica arbitragem após derrota para França

30 jun 2014
16h12

O técnico da seleção nigeriana, Stephen Keshi, reclamou da arbitragem do americano Mark Geiger nesta segunda-feira, após a derrota sofrida para a França por 2 a 0, em jogo pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

"O árbitro é um ser humano, pode errar, mas não tanto. Nunca tanto como hoje. Não aceito isso", garantiu Keshi na entrevista coletiva após o jogo no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília.

O comandante garantiu que houve problemas por não terem sido exibidos "alguns cartões" para os franceses. Além disso, Keshi reclamou do gol de Emenike, que acabou anulado por posição irregular do atacante.

"Não houve nenhuma infração nesse gol. Não sabemos porque ele não o validou. Gostaria de saber", disse o técnico.

Keshi avaliou a atuação da seleção como boa, e ainda afirmou que "faltou um pouco de sorte", não só hoje, mas em outras partidas para os nigerianos.

"Toda derrota é difícil. Não deveríamos ter perdido assim", lamentou Keshi, que disputou a Copa do Mundo de 1994, como zagueiro.

EFE   

compartilhe

publicidade