Terra na Copa

publicidade
18 de junho de 2014 • 13h38

Treino de Portugal tem Andressa Urach e segurança reforçada

Andressa Urach não conseguiu reencontrar Cristiano Ronaldo
Foto: Instagram / Reprodução
  • André Esmeriz
    Direto de Campinas (SP)
 

Com menos público do que na semana passada, Portugal realizou seu segundo treinamento aberto na manhã desta quarta-feira. Apesar do público não lotar as arquibancadas do Moisés Lucarelli, a segurança em volta do gramado foi reforçada para evitar invasão, assim como aconteceu na primeira atividade. A modelo Andressa Urach, que diz ter tido um affair com Cristiano Ronaldo, marcou presença no estádio, mas acabou sendo expulsa.

Repórter da Rede TV!, Andressa Urach bem que tentou chegar mais perto do craque português até ser retirada da parte destinada aos jornalistas pelos seguranças depois de um pedido de integrantes da Federação Portuguesa de Futebol. A modelo já havia chamado a atenção quando a seleção lusa desembarcou em Campinas. Com o corpo pintado, ela esteve em frente ao hotel que a delegação está hospedada, mas não conseguiu contato com Cristiano Ronaldo.

“Não entendi o porque fui expulsa. Estou com uma credencial e eles simplesmente me retiraram”, contou Andressa Urach.

A atividade desta quarta-feira correu o risco de ser cancelada, pois a seleção portuguesa exigia que a segurança fosse reforçada em relação a semana passada, quando uma menina conseguiu invadir o gramado e pegou um autógrafo de Cristiano Ronaldo. Cerca de 50 policiais militares estiveram ao refor do gramado e não tiveram maiores problemas.

O casal de Indaiatuba formado por Mayza Ughetti e Douglas Klaitr, que ficaram conhecidos ao recepcionaram a seleção portuguesa no Aeroporto de Viracopos com a faixa "CR7 meu namorado te ama! Por favor, tire uma foto com ele", marcou presença novamente no Majestoso, mas não conseguiram a tão desejada foto.

"Levamos a faixa novamente, mas não tivemos sucesso. Fiquei um pouco decepcionado em não conseguir a foto com ele. Mesmo assim valeu muito a pena ter ido ao estádio e tenho a esperança de que ainda não acabou. Tudo pode acontecer. Eu e minha namorada estamos mandando email direto para as emissoras de TV ajudar a gente nessa missão", afirmou Douglas Klaitr.

Assim como aconteceu na semana passada, Cristiano Ronaldo foi o jogador mais assediado pelos torcedores presentes no Majestoso, principalmente entre as mulheres. Toda vez que o atacante pegava na bola, gritos histéricos ecoavam em todo o estádio.

Após ser goleado pela Alemanha, por 4 a 0, na última segunda-feira, Portugal busca a reabilitação no próximo domingo, contra os Estados Unidos, na Arena da Amazônia, em Manaus, pela segunda rodada do Grupo G.

Terra Terra