6 eventos ao vivo

Valcke "dá bronca" no Brasil e admite: Confederações não será 100%

5 abr 2013
10h55
atualizado às 11h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Em texto publicado no site oficial da Fifa nesta sexta-feira, o secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, deu uma nova "bronca" nas preparações do Brasil para a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo. O dirigente admitiu que, devido a atrasos nos estádios, o torneio que será disputado em junho deste ano não terá 100% da qualidade que poderia ter, e declarou que as concessões não serão repetidas para o Mundial de 2014.

<p>Valcke reiterou que atrasos vistos na Copa das Confedera&ccedil;&otilde;es n&atilde;o podem se repetir no Mundial de 2014</p>
Valcke reiterou que atrasos vistos na Copa das Confederações não podem se repetir no Mundial de 2014
Foto: Sergio Moraes / Reuters

"Estaremos no ponto para a Copa das Confederações da Fifa - será um torneio fantástico - mas nem todos os aspectos operacionais estarão a cem por cento. É impossível ter essa expectativa devido ao tempo de preparação reduzido - na maioria dos casos, de menos de dois meses, em vez dos seis meses programados, por causa das concessões que fizemos às cidades", explicou Valcke.

"Quero reiterar que algo assim não poderá se repetir para a Copa do Mundo da Fifa, com o que concordaram o Governo Federal, a Fifa e o COL. O prazo para a entrega dos estádios da Copa do Mundo da Fifa permanece o mesmo e se encerra em dezembro de 2013 — sobre isso, não faremos nenhuma concessão. Organizar a Copa do Mundo da Fifa é um trabalho infinitamente mais complexo e mais exigente do que organizar a Copa das Confederações da Fifa, que envolve apenas 25% do número total de jogos", completou.

A primeira visita de Valcke em um estádio que não sediará a Copa das Confederações será em maio, quando o secretário vai inspecionar a Arena das Dunas, em Natal (RN). Posteriormente, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, vai visitar pessoalmente todas as 12 cidades-sede da Copa.

"Estamos aguardando mais de meio milhão de visitantes estrangeiros em 2014 e um total de mais de três milhões de espectadores reunidos nos 12 estádios. A escala e a magnitude da Copa do Mundo da Fifa requerem um período de configuração operacional de pelo menos seis meses. Por exemplo, garantir que as imagens das 64 partidas cheguem a quase metade da população mundial, como em 2010, exige que as instalações técnicas e de infraestrutura dentro dos estádios se iniciem no máximo em janeiro de 2014", disse Valcke, voltando a sublinhar a importância de respeitar o prazo para a entrega dos estádios do Mundial.

&amp;lt;a data-cke-saved-href=" http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/projetos-e-obras-copa-2014/iframe.htm" href=" http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/projetos-e-obras-copa-2014/iframe.htm"&amp;gt;veja o infogr&aacute;fico&amp;lt;/a&amp;gt;
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade