0

Valcke é recebido com protesto de indígenas no Maracanã

26 nov 2012
15h16
atualizado às 15h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, foi recebido com protesto na sua visita oficial ao Estádio Maracanã na tarde desta segunda-feira. Onze índios fizeram danças e entoaram gritos de guerra em frente ao local.

Indígenas fizeram protesto na chegada de Valcke ao Maracanã
Indígenas fizeram protesto na chegada de Valcke ao Maracanã
Foto: Giuliander Carpes / Terra

O protesto é contra a remoção da Aldeia Maracanã, que ocupa o antigo prédio do Museu do Índio, vizinho ao estádio. O governo do estado pretende demolir o prédio para aumentar a capacidade de estacionamento do estádio durante a Copa do Mundo de 2014.

"Queremos que a Fifa reconheça este direito nosso. O museu carrega a memória dos povos indígenas do passado e do presente", afirmou o líder da tribo, Carlos Tukano. Representantes da escola municipal Friedenreich, que também será removida, e dos parques aquático e de atletismo, que terão o mesmo fim, também estão no local. 

Veja também:

Veja os maiores campeões das ligas nacionais por país
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade