0

Variação de temperatura entre cidades-sedes da Copa preocupa Espanha

10 jun 2014
16h11

Curitiba, 10 jun (EFE). - Concentrada desde domingo em Curitiba, onde os termômetros marcam aproximadamente 10ºC nesta terça-feira, a seleção espanhola está preocupada com as mudanças climáticas entre as diferentes cidades-sedes da Copa do Mundo.

O primeiro jogo da equipe de Vicente del Bosque será na próxima sexta-feira, às 16h (de Brasília) contra a Holanda, em Salvador. A previsão, segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec/Inpe) é de temperaturas entre 24ºC e 27ºC.

Na sequência, dia 18, os campeões mundiais encararão o Chile, no Maracanã. Nos últimos dias, a capital fluminense tem alternado dias com chuva e com sol forte.

"Como temos o costume de jogar a maioria da temporada no inverno, claro que o clima é um fator que atrapalha um pouco, mas o principal é o estado do gramado. Esperamos que os campos estejam em boas condições", explicou o atacante Diego Costa, que nasceu na cidade de Lagarto, no Sergipe.

Na memória dos espanhóis está o sofrimento na Copa das Confederações do ano passado. O calor e a umidade incomodaram os jogadores, principalmente nos dois jogos que a disputou em Fortaleza, no Ceará.

"Pelo que vimos no ano passado no Castelão, em Fortaleza, contra a Itália e Nigéria, está claro que quanto mais movimentarmos a bola, melhor será para nós e pior para o adversário", afirmou nesta terça-feira o volante Sergio Busquets, em entrevista coletiva.

Fortaleza será palco do duelo das oitavas de final para a Espanha, caso a seleção do país seja a primeira colocada no grupo B, que também conta com Holanda, Chile e Austrália.

EFE   
publicidade