0

Cerimônia de encerramento da Copa das Confederações honra ritmos populares

30 jun 2013
18h49
atualizado às 18h54

A Copa das Confederações começou a se despedir do Brasil com uma cerimônia de encerramento que reuniu em menos de 20 minutos a riqueza musical do país e que foi brevemente interrompida por uma manifestação de dois voluntários, que quebraram o protocolo e abriram um cartaz de protesto.

A cerimônia foi presenciada pelos jogadores da seleção espanhola, que ocupavam o banco, enquanto a seleção brasileira não pôde assistir porque estava apenas chegando ao estádio.

Os artistas interpretaram a canção "Juntos num só ritmo", tema da Fifa para a Copa do Mundo de 2014.

Passaram pelo gramado do Maracanã a cantora Ivete Sangalo, a dupla sertaneja Victor e Léo e o cantor Jorge Ben.

Como não poderia faltar um pouco de samba, também entraram em cena Arlindo Cruz e a bateria da escola de samba Grande Rio, do carnaval carioca.

Durante a apresentação dos artistas, voluntários dançavam no gramado, fantasiados de gigantes bolas de futebol.

No momento em que os cantores estavam entrando em campo, dois dos voluntários quebraram o protocolo e tentaram mostrar para as câmaras um cartaz que pedia a anulação da privatização do Maracanã.

Poucos minutos depois, o cartaz e os voluntários envolvidos foram retirados do gramado.

O incidente não impediu que a cerimônia continuasse com a canção "País Tropical", interpretada por todos os cantores no campo, enquanto dezenas de voluntários vestidos de azul, verde e amarelo formavam a bandeira do Brasil.

EFE   

compartilhe

publicidade
publicidade