publicidade
07 de abril de 2013 • 14h45 • atualizado às 19h41

Clima de paquera e "Ronaldinho dentuço" rondam Fonte Nova

  • Diego Garcia
    Direto de Salvador
 

Os torcedores de Bahia e Vitória que conseguiram ingressos para entrar na inauguração da Itaipava Arena Fonte Nova neste domingo vivem em clima de amizade pelos arredores do estádio. Convivendo em harmonia, os rivais conseguem dar espaço até para paquera e deixam ainda maior a festa pela primeira partida oficial de um dos palcos da Copa do Mundo de 2014. Os dois times se enfrentam pelo Campeonato Baiano.

É o caso do casal de advogados Nei e Diana, 52 e 31 anos, respectivamente. Os dois andavam de mãos dadas pela rua destinada aos torcedores do Bahia. Ele, com sua camisa do Vitória, enquanto ela preferia vestir as cores do time tricolor. "Nunca brigamos por causa de futebol", dizem os dois, que obviamente divergem sobre o possível vencedor do clássico baiano.

No espaço reservado à torcida do Vitória o ambiente é semelhante. Diversos fãs com a camisa do Bahia circulam de maneira livre, sem serem incomodados pelos adeptos adversários. Sobrava espaço até para paquera: um homem torcedor do Bahia usou o nome do arquirrival para lançar um gracejo a uma morena que passava trajada de rubro-negro: "essa beleza é que eu chamo de Vitória", disse o rapaz.

Outros personagens rondavam a região fantasiados das mais diversas coisas. Um garoto vestido de "Ronaldinho dentuço" - alusivo ao meio-campista Ronaldinho, do Atlético-MG - carregava um cartaz celebrando o retorno do Ba-Vi à Fonte Nova após sete anos. Outro homem com a roupa do Super-Homem - o mascote do Bahia - corria e ameaçava voar por cima da torcida do Bahia.

A tranquilidade entre fãs dos dois clubes também era vista no trânsito. Com as ruas que passavam em frente à Fonte Nova fechadas, os veículos tinham outras opções de trajetos e pareciam não ligar para o congestionamento que se formava. Segundo relatos, o intenso tráfego de veículos é comum na capital baiana. A Polícia Militar controlava como podia o acesso de pessoas e carros.

Público chega em grande número para o Ba-Vi de reinauguração
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

A entrada dos adeptos na Arena também foi bastante tranquila após a abertura oficial dos portões. Calmamente, os torcedores formavam filas e aguardavam sua vez para entrar no estádio, apesar de certa desorganização inicial causada por desinformações com os números dos portões de entrada. Voluntários, mesmo confusos de maneira inicial, orientavam os torcedores da forma que podiam.

Do lado de dentro, o clima antes do apito inicial também era amistoso. Tanto tricolores quanto rubro-negros seguiam aos seus lugares e faziam a festa pacificamente. A única insatisfação, a princípio, estava mesmo do lado de fora, com os vendedores ambulantes que eram fiscalizados e expulsos por policiais. Os comerciantes estavam incomodados com o tratamento dedicado a eles.

*O repórter viajou a convite da Arena Fonte Nova.

<a data-cke-saved-href=" http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/projetos-e-obras-copa-2014/iframe.htm" href=" http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/projetos-e-obras-copa-2014/iframe.htm">veja o infográfico</a>
Terra