1 evento ao vivo

Felipão concorda com vaias da torcida no Mineirão: não estamos em sintonia

25 abr 2013
10h30
atualizado às 10h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Após a partida contra o Chile, o técnico Luiz Felipe Scolari se mostrou visivelmente irritado com o fraco desempenho da equipe no empate por 2 a 2. Questionado sobre as vaias que a Seleção Brasileira sofreu dos torcedores no Estádio do Mineirão, Felipão defendeu a atitude que veio das arquibancadas e disse que o time ainda não conseguiu se encontrar de forma perfeita em campo.

<p>Felipão evita reclamações sobre comportamento da torcida</p>
Felipão evita reclamações sobre comportamento da torcida
Foto: Bruno Santos / Terra
Felipão deixa coletiva irritado após pergunta de repórter; veja

"Nós não jogamos bem. Se tivéssemos jogado melhor a torcida teria reagido melhor conosco. Tivemos mais dificuldades, deixamos o Chile jogar um pouco mais à vontade do que o normal. É normal que a torcida tenha esse tipo de comportamento. Não tenho nada a criticar da torcida. Quando jogarmos bem, agradando, eles terão outra reação", disse.

"(Assim como a torcida) nós também não estamos em sintonia com o nosso time. Isso só mudará quando tivermos uma equipe treinando para a Copa das Confederações, com confiança e tudo aquilo que a gente deseja", completou o treinador. Felipão culpou a falta de tempo para treinar a equipe pelo fraco desempenho da Seleção Brasileira.

Desde que assumiu o cargo, o comandante acumula uma vitória (sobre a Bolívia), três empates (contra Itália, Rússia e Chile) e uma derrota (frente a Inglaterra). "Nós não estamos prontos, temos muita coisa pra fazer. Antes da Copa das Confederações, teremos 14, 15 dias para aprontarmos melhor a nossa Seleção".

O treinador afirmou que mesmo com o empate ruim, o jogo serviu para tirar alguns pontos de interrogação que tinha na sua cabeça, visando a lista final de convocados para a Copa das Confederações, que será divulgada no dia 14 de maio. "As observações foram tiradas. Não jogamos aquilo que pretendíamos, algumas coisas que aconteceram anteriormente não aconteceram hoje".

De acordo com o técnico, a marcação chilena foi o diferencial para o Brasil não sair de campo com a vitória. "A principal dificuldade foi que não conseguimos trabalhar essa bola no meio e respirar para trabalhar a bola. O Chile marcou muito bem, criou dificuldade na armação da nossa equipe".

Ronaldinho concorda com técnico

Ronaldinho comenta sobre vaias da torcida após tropeço; veja

Com "atuação razoável", conforme avaliou Felipão, o meia Ronaldinho fez coro ao treinador da Seleção Brasileira. "Sabia que ia encontrar essa dificuldade, se a gente não jogasse bem. O torcedor não gostou da maneira que a gente está atuando e se manifestou dessa forma. Agora é continuar e trabalhar para conquistar um entrosamento para voltar a dar alegria ao futebol brasileiro".

O jogador do Atlético-MG também crê que com mais tempo de treino, a Seleção Brasileira mudará a impressão deixada no jogo desta quarta-feira no Mineirão. "O torcedor sempre espera da Seleção Brasileira que a gente tenha o melhor futebol do mundo e, às vezes, a gente não tem tempo pra treinar, jogar juntos, ter o entrosamento. A dificuldade é muito grande, a gente tenta se empenhar ao máximo. Às vezes é complicado para a gente devido à falta de entrosamento. É logico que agora a gente vai ter tempo pra treinar e a melhora vai ser muito grande".

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade